Jogo morno! Galo fica no empate sem gols, mas continua líder isolado

galo sao paulo
Hulk em lance na partida contra o São Paulo. (Pedro Souza/Atlético)

O Galo teve um jogo morno contra o São Paulo e ficou no 0 a 0 nesta noite de sábado (25), no Morumbi, na capital paulista. Por pouco, a equipe de Cuca não saiu com a vitória, que foi evitada pelo goleiro Tiago Volpi no finalzinho da partida. Com o empate, o líder alvinegro somou 46 pontos, oito a mais que o vice-líder Palmeiras, que perdeu na rodada.

Na próxima rodada, o Galo recebe o Internacional no Mineirão, no sábado que vem (02). Mas, antes, o clube decide a vaga para a final da Libertadores no jogo da volta contra o Palmeiras nesta terça-feira (28), no mesmo estádio.

Travado

A partida começou bem truncada e os dois times tiveram dificuldades para criar jogadas, por causa de erros de passe e interceptações das zagas. Até os 22 minutos do 1T, nenhuma das equipes atacou com perigo.

‘Um pouco de cautela’

A primeira tentativa no pouco animado 1T foi do Galo, aos 23, com o chute de Nathan, mas Volpi defendeu. Cerca de três minutos depois, o goleiro também agarrou a cabeçada de Réver.

Movimentou

Na volta para o 2T, o jogo deu uma animada! Logo aos três minutos, Vargas invadiu a área e chutou, mas foi para fora.

O tricolor respondeu aos cinco na jogada individual de Rodrigo Nestor, que também entrou na área… mas Guga tirou o perigo. Aos 18 do 2T, a cobrança de falta de Rigoni explodiu no travessão.

A equipe mineira chegou a colocar a bola nas redes com a cabeçada de Hulk, mas Arana estava impedido na jogada e o gol foi anulado.

Quaaase no fim

No finalzinho da partida, o goleiro Volpi evitou o pior para o São Paulo. Aos 41, Arana chutou de longe e ele espalmou. Na marca dos 44, o arqueiro defendeu outra tentativa do lateral, que recebeu passe de Hulk dentro da área.

O time de Crespo ainda deve uma chance aos 49, no chute de Gabriel Sara, e a bola passou perto.

Fim de papo: 0 a 0 um pouquinho amargo para o Galo, que tem muitas pretensões no campeonato e poderia ter aberto dez pontos de frente para o Palmeiras. De qualquer forma, uma distância de oito pontos não é tão ruim, né, Massa?!

Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre esportes para o BHAZ. Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021 e de reportagens premiadas pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários