Pesquisar
Close this search box.

Wallace, do Sada Cruzeiro, pede desculpas após postagem em tom ameaçador contra Lula

Por

Wallace afastado
Atleta foi afastado por tempo indeterminado (Agência i7/Sada Cruzeiro)

O jogador de vôlei Wallace, do Sada Cruzeiro, pediu desculpas após a repercussão de uma postagem com tom de ameaça contra o presidente Lula (PT). O oposto afirmou que não teve a intenção de incitar a violência em vídeo publicado no Instagram nesta terça-feira (31).

“Quem me conhece sabe muito bem que eu jamais incitaria violência em hipótese alguma, contra qualquer pessoa, principalmente ao nosso presidente. Venho aqui pedir desculpas, foi um post infeliz, errei”, começou Wallace.

“Estou pedindo desculpas porque, quando você erra, não tem jeito, tem que assumir o erro. Jamais tive a intenção de incitar a violência, o ódio. Não foi isso que o esporte me ensinou e não é isso que eu quero passar para ninguém”, finalizou no vídeo.

‘Tiro na cara do Lula’

Wallace publicou, nessa segunda-feira (30), uma enquete no Instagram perguntando a seus seguidores quem daria um tiro com na cara de Lula com a arma empunhada por ele num clube de tiro.

O atleta abriu uma caixinha de perguntas na rede sociais logo depois de publicar uma foto dele num clube de tiro. Dentre diversos questionamentos recebidos, o oposto, que é apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), compartilhou a mensagem sobre Lula.

Reprodução/@wallaceleandro08/Instagram

“Daria um tiro na cara do Lula com essa 12?”, questionou um seguidor. A mensagem veio junto com uma enquete, com a legenda, em tom irônico: “Alguém faria isso?”. Ele ainda colocou um emoji de anjinho junto à frase. Os seguidores poderiam votar “sim” ou “não”.

Após o post repercutir, Wallace apagou a postagem.

Reprodução/@wallaceleandro08/Instagram

CBV e Sada Cruzeiro repudiam

Tanto o Sada Cruzeiro quanto a CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) repudiaram a publicação de Wallace.

O time de vôlei disse que “lamenta profundamente” a publicação feita por Wallace em ameaça a Lula. “Vivemos um momento delicado, em que precisamos ter muita cautela com as nossas manifestações”, diz nota (leia na íntegra abaixo).

Já a CBV disse repudirar “qualquer tipo de violência ou incitação a atos violentos, e entende que o esporte é uma ferramenta para propagação de valores como o respeito, a tolerância e a igualdade”.

Nota do Sada Cruzeiro

“O Sada Cruzeiro lamenta profundamente a publicação realizada pelo nosso atleta Wallace e o seu conteúdo. Vivemos um momento delicado, em que precisamos ter muita cautela com as nossas manifestações.

As redes sociais podem parecer um espaço em que tudo está liberado, sem muita avaliação das possibilidades de interpretação, e isso é uma grande armadilha. Reforçaremos com todo o nosso staff, atletas e comissão técnica sobre a importância da responsabilidade no uso das mesmas.

Ressaltamos, principalmente, que a violência nunca deve ser exaltada ou estimulada, e da parte do Sada Cruzeiro pedimos sinceras desculpas a todos”.

Sofia Leão

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ