Casal grava filme ‘adulto’ em cemitério e usa túmulos como cenário

A produção foi publicada no site adulto em 2021, mas não encontra-se mais disponível
A produção foi publicada no site adulto em 2021, mas não encontra-se mais disponível (Reprodução/Redes Sociais)

Um filme com conteúdo adulto (de cunho sexual) gravado em um cemitério de Hurlingham, na Argentina, causou um escândalo após denúncias de que os túmulos foram profanados – desrespeitados em sua sacralidade – durante a gravação.

Nas redes sociais, moradores da região, que integra a grande Buenos Aires, manifestaram indignação e repúdio contra a filmagem. A produção “Ela foi visitar sua melhor amiga no cemitério e o zelador a levou…” foi publicada em um site adulto em 2021, mas não se encontra mais disponível.

A filmagem revoltou moradores da região por ter ocorrido durante o dia e o cemitério não ter impedido. Nela, segundo as denúncias, o homem que interpreta o zelador faz sexo com a atriz em cima de alguns túmulos. Em um deles, está enterrado o corpo de um adolescente. Segundo o jornal argentino Clarín, o pai do jovem morto denunciou que o túmulo do filho foi profanado na situação.

Segundo o Clarín, o pai do jovem, Cristian Aljanati, ficou muito chateado quando viu as imagens. “Isso me causou muita repulsa. No ano passado, as coisas foram roubadas do túmulo e isso aconteceu no momento em que o vídeo foi divulgado”, disse.

“Pedi explicações na Prefeitura, porque o vídeo foi filmado durante o dia. Deve haver cumplicidade do zelador ou gerente do cemitério. Basicamente, eles me descartaram. Disseram que iam fazer uma reunião, mas nada aconteceu”, concluiu o homem.

Giulia Di Napoligiulia.di.napoli@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários