Equador declara ‘conflito interno armado’ após ataques de criminosos; entenda

equador
Crimonoso invadem emissora de TV durante transmissaõ ao vivo no Equador (X/Divulgação)

O presidente Daniel Noboa decretou “conflito armado interno” no Equador após os momentos de pânico vividos nos país. Noboa acionou as Forças Armadas para controlar os ataques de criminosos, incluindo a invasão a uma emissora de TV, assassinatos e o sequestro de policiais que ocorreram nos últimos dias.

No X, antigo Twitter, a Polícia Nacional do Equador informou que conseguiu recuperar os seus agentes, além de prender alguns autores dos “ataques e atos terroristas”. De acordo com a nota, a coorporação também apreendeu armas, munições, explosivos e veículos.

O jornal equatoriano El Universo informou que 29 incidentes foram reportados até às 16h desta terça-feira (9), e que os serviços de emergência atenderam 1.932 chamadas. Com a onda de violência, o país está em “estado de emergência” por 60 dias, que inclui o toque de recolher das 23h às 5h.

Ainda segundo o jornal, a situação do país se agravou após a fuga de Adolfo Macías da prisão na última segunda-feira (8), quando os ataques começaram. Conhecido como “Fito”, ele é chefe da gangue Los Choneros, considerada uma das facções crimonosas mais perigosas do Equador.

Edição: Roberth Costa
Amanda Serrano[email protected]

Foi estagiária do Jornal Estado de Minas e da TV Band Minas. Também trabalhou na assessoria política. Atualmente é estagiária do Portal BHAZ.

SIGA O BHAZ NO INSTAGRAM!

O BHAZ está com uma conta nova no Instagram.

Vem seguir a gente e saber tudo o que rola em BH!