Garoto prodígio de 11 anos se forma na universidade e revela: ‘Quero atingir a imortalidade’

laurent simons imortalidade
Menino iria formar-se antes de completar 10 anos; entenda (Reprodução/@laurentsimons/Instagram)

Já imaginou ter todas as partes do seu corpo substituídas por outras, mas mecânicas? É o que planeja um garoto prodígio que, aos 11 anos, já é formado na faculdade e sonha atingir a imortalidade. Laurent Simons formou-se em física na Universidade de Antuérpia, na Bélgica, e dará continuidade aos estudos para tornar-se mestre.

Laurent concedeu entrevista ao The Telegraaf a respeito do desejo dele de atingir a imortalidade, substituído partes do corpo por outras mecânicas. “A imortalidade é minha maior meta, quero ser capaz de conseguir substituir a maior quantidade possível de partes do corpo por outras mecânicas”, disse o garoto.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Laurent Simons (@laurent_simons)

O jovem prodígio ainda diz ter pensado em um caminho para concretizar a façanha. Segundo ele, o plano está relacionado a continuar adquirindo e aplicando conhecimento. Além de ser o segundo mais jovem do mundo a concluir a universidade, Laurent tem uma vantagem: ele terminou o curso de 3 anos em apenas um. Ele só fica atrás do estadunidense Michael Kearney, que formou-se aos 10 em antropologia pela Universidade do Alabama, em 1994.

Esta não é a primeira vez que Laurent vira assunto em jornais pelo mundo. Há dois anos, o pai dele criticou abertamente outra universidade, que impediu o garoto de conseguir o diploma por ter menos de 10 anos na época. A instituição ainda teria alegado que o caso de Laurent chamava muita atenção.

“Se uma criança joga bem futebol, nós supomos que a atenção da mídia é grande. Meu filho tem um talento diferente. Por que ele não deveria se orgulhar disso?”, afirmou Alexander Simons, pai do garoto, ao jornal holandês De Volkskrant. 

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018, 2019 e 2020, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, em 2019, e Sebrae de Jornalismo, em 2021.

Comentários