Homem de 27 anos relata dificuldades para conseguir emprego por parecer criança e recebe ajuda

homem parece criança
Mao Sheng diz que aparência jovem é maldição (Reprodução/Redes sociais)

Parecer mais jovem do que a sua idade real pode ser o sonho de muitos, mas para um homem na China, sua aparência exageradamente jovem afetou sua carreira. Mao Sheng, apesar de ter 27 anos, tem a aparência de uma criança e isso, segundo ele, atrapalha sua busca por trabalho. As informações são do Oddity Central.

O jovem da cidade de Dongguan afirma que sua condição é uma maldição. A maioria dos empregadores não acredita na idade dele e aqueles que acreditam dizem que não querem autoridades bisbilhotando e acusando-os de trabalho infantil devido a sua aparência jovem.

Mao Sheng se tornou uma sensação da noite para o dia na China na semana passada, depois que um vídeo filmado nas ruas de Dongguan viralizou no TikTok. Nele, o jovem revelou sua idade e reclamou que não conseguia encontrar um emprego para sustentar o pai, que se recuperava de um derrame.

Comoção

Ele estava pedindo um emprego em fábricas locais com amigos, mas enquanto eles rapidamente encontraram trabalho, Sheng não teve tanta sorte.

A história de Sheng emocionou milhões de pessoas pela China. Felizmente, depois que ele se tornou famoso online, muitos empreendedores entraram em contato e lhe ofereceram empregos.

Empregado!

Outra postagem no TikTok há alguns dias revelou que Mao aceitou uma das ofertas de emprego que recebeu e espera ganhar o suficiente para ajudar o pai a se recuperar. O sonho do jovem, agora, é encontrar uma namorada e começar uma família.

Embora a história de Mao Sheng tenha sido divulgada por vários meios de comunicação na China, nenhum deles mencionou qualquer motivo médico para a aparência jovem do jovem de 27 anos.

O Oddity News apurou que ser algo relacionado com a glândula pituitária, que controla o crescimento físico. Já tiveram casos semelhantes no passado, adultos presos nos corpos de crianças e a glândula pituitária quase sempre foi a culpada.

Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Sub-editor no BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019, 2020 e 2022), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários