Pesquisar
Close this search box.

Patrícia Lélis é acusada de cometer fraude nos Estados Unidos

Por

patricia lelis
Patrícia Lélis é suspeita de se passar por advogada de imigração de pessoas que tentam obter visto para morar de forma legal nos EUA (Redes Sociais)

A Justiça Federal dos Estados Unidos acusou a jornalista brasileira Patrícia Lélis, de 29 anos, de cometer fraude. Ela é suspeita de se passar por advogada de imigração de pessoas que tentam conseguir visto para morar, de forma legal, no país norte-americano. Com o crime, ela teria se apropriado indevidamente de cerca de US$ 700 mil, o que na cotação atual gira em torno de R$ 3,41 milhões.

De acordo com o Departamento de Justiça, a acusação iniciação foi apresentada em setembro de 2021. Na última sexta-feira (12), o júri federal retomou o caso.

A denúncia aponta uma das supostas vítimas brasileiras que teria pago à Patrícia mais de US$ 135 mil, totalizando cerca de R$ 658 mil.

A quantia paga era para obter um visto EB-5. Isso garante o direito do permanente do estrangeiro de morar nos Estados Unidos, desde que invista em negócios que gerem emprego no país.

A nota afirma que “a vítima fez dois pagamentos iniciais totalizando mais de US$ 135 mil com base na declaração de Lélis de que o dinheiro estava indo para um projeto de desenvolvimento imobiliário no Texas que se qualificava para o programa EB-5”.

“Em vez disso, o dinheiro da vítima teria ido para a conta bancária pessoal de [Patrícia] Lélis. Em vez de investir o dinheiro conforme prometido, Lélis supostamente o usou para pagar a entrada de sua casa em Arlington, reformas de banheiros e pagar outras despesas pessoais, como dívidas de cartão de crédito”, completa.

Departamento de Justiça acusa Patrícia Lélis de outros crimes

O Departamento de Justiça afirma também que a brasileira cometeu fraude eletrônica, transações monetárias ilegais e roubo de identidade agravada.

“Ela também é acusada de ter falsificado formulários de imigração dos EUA, forjado múltiplas assinaturas e criado recibos falsos do projeto de investimento do Texas, todos os quais ela enviou por e-mail para uma vítima”, informa.

Depois que parou de receber dinheiro de uma pessoa específica, a jornalista começou a fazer ameaças contra os pais da vítima, dizendo que ia fazer remoção do país.

Se condenada em todos os crimes, Patrícia Lélis pode pegar mais de 30 anos de prisão. Mas, as sentenças reais para crimes federais não chegam à pena máxima.

Nas redes sociais, ela disse que o motivo de ser procurada pela justiça americana é outro.

https://twitter.com/lelispatricia/status/1746979820255465492?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1746979820255465492%7Ctwgr%5E041ddafb32ffe2e505cfae41895af4c255ed0911%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fagenciabrasil.ebc.com.br%2Finternacional%2Fnoticia%2F2024-01%2Fjustica-dos-eua-acusa-brasileira-por-suposta-fraude-contra-imigrantes

João Lages

Repórter no BHAZ desde setembro de 2023. Jornalista com 4 anos de experiência em veículos de comunicação. Fez cobertura de casos que têm relevância nacional e internacional. Com passagem pela RecordTV Minas, também foi produtor e editor de textos na Record News.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ