Pesquisar
Close this search box.

Piloto tenta desligar motores de avião com 80 passageiros nos Estados Unidos

Por

Piloto desligar motores avião
O homem é investigado pelas autoridades norte-americanas (Divulgação/Alaska Airlines)

Um piloto está sendo acusado pela tentativa de homicídio de 83 pessoas após tentar desligar os motores de um avião que voava a caminho de São Francisco, nos Estados Unidos. A informação foi confirmada pela companhia aérea Alaska Airlines nesta segunda-feira (23).

De acordo com a empresa, o piloto, identificado como Joseph Emerson, 44, viajava como passageiro na cabine da aeronave. Após a tentativa de interromper o funcionamento dos motores, o voo precisou ser desviado para Porland, Oregon.

Em comunicado, a Alaska Airlines relatou uma “ameaça à segurança confiável relacionada a um piloto da Alaska Airlines fora de serviço que estava viajando no assento auxiliar do convés”. O assento auxiliar é utilizado ocasionalmente por pilotos que se deslocam entre aeroportos.

“O ocupante do assento auxiliar tentou, sem sucesso, interromper a operação dos motores”, disse a companhia aérea, acrescentando que o capitão e o primeiro oficial “responderam rapidamente” e a potência do motor não foi perdida.

O voo foi desviado para o Aeroporto Internacional de Portland e ninguém se feriu. Emerson foi detido e está sendo investigado pelas autoridades norte-americanas.

Isabella Guasti

Jornalista graduada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2022 e também de reportagem premiada pelo Sebrae Minas em 2023.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ