Avião de Marília Mendonça bateu em torre de alta tensão antes de cair, diz Cemig

avião Marília Mendonça
Causas do acidente são investigadas pelas autoridades (PM/Divulgação)

O avião que transportava a cantora Marília Mendonça bateu em uma torre de alta tensão antes de cair. A informação foi confirmada pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) por meio de nota. O acidente vitimou a artista de 26 anos e mais quatro pessoas, em Caratinga, na região do Vale do Rio Doce, ontem (5).

“A Cemig informa que o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia no município de Caratinga“, esclareceu a companhia em trecho do comunicado.

Corpos liberados

A Polícia Civil informou que o corpo da cantora e dos integrantes da equipe já foram liberados para Goiânia, em Goiás; e Salvador, na Bahia, na manhã deste sábado (6).

“Uma equipe da Instituição se deslocou ao aeroporto Ubaporanga, em Caratinga, fazendo a escolta dos três corpos (cantora e integrantes da equipe), que seguem, neste momento, com destino à cidade de Goiânia (GO)”, diz trecho da nota.

Os trâmites para liberação dos corpos do piloto e copiloto seguem sendo realizados. As autoridades investigam as causas e circunstâncias do acidente.

corpos Caratinga
Corpo da cantora já está a caminho de Goiânia (Polícia Civil/Divulgação)

Acidente

Marília Mendonça viajava de Goiânia para a cidade mineira onde realizaria shows neste final de semana. O avião bimotor caiu em uma cachoeira já nas proximidades do aeroporto.

O chamado para a queda do avião em que Marília estava ocorreu por volta das 15h30 dessa sexta. No local, pessoas se reuniram para acompanhar os trabalhos do Corpo de Bombeiros de Minas.

Inicialmente, a assessoria da artista disse que “todos foram resgatados” e estavam “bem”. Mais tarde, veio a confirmação da morte. O óbito de Marília Mendonça também foi confirmado ao BHAZ pelo capitão Jefferson Luiz Ribeiro, do 62º batalhão da PM.

A tragédia registrada na cidade mineira foi lamentada pela Cemig que manifestou “pesar pelas vítimas do acidente e presta solidariedade a familiares e amigos”.

Nota a Cemig

“A Cemig informa que o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia no município de Caratinga.

A Cemig manifesta seu pesar pelas vítimas do acidente e presta solidariedade a familiares e amigos”.

Nota da Polícia Civil

“A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que, nesta manhã de sábado, dia 6/11, uma equipe da Instituição se deslocou ao aeroporto Ubaporanga, em Caratinga (MG), fazendo a escolta dos três corpos (cantora e integrantes da equipe), que seguem, neste momento, com destino à cidade de Goiânia (GO). Ressalta, também, a Polícia Civil, que todos os trâmites para a liberação dos outros dois corpos (piloto e copiloto) estão sendo realizados. No que se refere ao apoio à CENIPA, a #PCMG informa que está no local do acidente, desde as primeiras horas desta manhã, para auxiliar na investigação que apura as causas e circunstâncias do fato ocorrido na sexta-feira, dia 5”.

Edição: Vitor Fernandes
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ de maio de 2017 a dezembro de 2021. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas nos prêmios CDL (2018, 2019 e 2020), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Comentários