[Greve dos caminhoneiros] Minas tem 205 cidades em calamidade ou emergência

Lista de cidades em situação de emergência e calamidade cresce

Em razão dos dez dias de paralisação dos caminhoneiros, pela redução dos preços dos combustíveis, 205 cidades de Minas decretaram situação de emergência e de calamidade, de acordo com a Defesa Civil do estado. Pelo menos, 22 delas estão em calamidade, especialmente, no Vale do Jequitinhonha e Sul de Minas.

A Defesa Civil informou ainda que outras 183 estão decretaram situação de emergência por ficarem sem acesso a serviços essenciais. Isso significa dizer que a cidade precisa de recursos humanos e financeiros e apoio logístico, mas pode contar com recursos próprios para minimizar os danos.

Já o estado de calamidade é o nível mais grave de atenção possível, em âmbito municipal ou estadual. Segundo o decreto, ele é usado quando o dano é grande demais para que o município ou estado resolva por conta própria. Além de recursos financeiros, a União pode enviar equipes da Força Nacional e solicitar a cooperação de regiões vizinhas.

Maria Clara Prates

Formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG). Trabalhou no Estado de Minas por mais de 25 anos, se destacando como repórter especial. Acumula prêmios no currículo, tais como: Prêmio Esso de 1998; Prêmio Onip de Jornalismo (2001); Prêmio Fiat Allis (2002) e Prêmio Esso regional de 2009.