Bolsonaro deixa hospital após três dias internado e alfineta Ivete Sangalo e Zé de Abreu

Bolsonaro deixa hospital
Presidente deixou hospital na manhã desta quarta-feira (5) (Reprodução/TV Globo)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deixou o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde estava internado desde a madrugada de segunda-feira (3). Após várias ocasiões envolvendo problemas de saúde ao longo de seu mandato, o chefe do Executivo interrompeu as férias em Santa Catarina para tratar uma obstrução intestinal. Na saída, ele ainda aproveitou para alfinetar Ivete Sangalo e Zé de Abreu.

Na tarde de domingo (2), enquanto estava de férias no Sul do país, o presidente revelou que sentiu “dores abdominais”. Na noite de ontem (4), no entanto, o trato digestivo de Bolsonaro apresentou melhoras após ser medicado e alimentado com uma dieta líquida.

Ao deixar o hospital, Bolsonaro comentou que “vai ser difícil” seguir a dieta recomendada. “Eu não consigo me controlar. Ele me recomendou não comer pastel e caldo de cana. ‘Recomendou’. É difícil”, disse à imprensa. Em seis meses, já é a segunda vez que o presidente precisa ser internado em virtude de dores na região do abdômen.

“Alta agora. Obrigado a todos. Tudo posso naquele que me fortalece”, publicou Bolsonaro em seu perfil no Twitter, posando ao lado da equipe médica responsável por seu atendimento. A obstrução intestinal é uma condição em que há o bloqueio de parte do intestino, impedindo a passagem das fezes e o funcionamento regular dos órgãos da região.

Após alta, Bolsonaro ataca Ivete Sangalo e José de Abreu

Ainda na manhã de hoje (5), após ter dispensa médica, o presidente da república Jair Bolsonaro atacou a cantora Ivete Sangalo e o ator José de Abreu. Segundo ele, os artistas foram afetados após seu governo reduzir o limite das verbas destinadas à Lei Rouanet.

“Estamos mexendo na Lei Rouanet. Nós queremos a Lei Rouanet para atender aquele artista que está começando a carreira e não para figurões ou figuronas como a querida Ivete Sangalo”, alfinetou Bolsonaro.

“Ela está chateada, o Zé de Abreu está chateado, porque acabou aquela ‘teta’ deles gorda de pegar até R$ 10 milhões por ano da Lei Rouanet e defender o presidente de plantão. Eu não quero que me defenda, eu quero que fale a verdade a meu respeito. Fizemos muita coisa”, concluiu.

No Twitter e após inúmeras críticas ao governo Bolsonaro, o ator José de Abreu alfinetou o presidente ao ouvir sobre a internação dele. “Que prazer que sinto ao saber que o filho da p**a passa mal. Mata seu povo por omissão e leva castigo de volta: que exploda em me**a”, escreveu ele.

Após muito tempo taxada como “isentona”, Ivete também polemizou em um show na última quarta-feira (29), ao incentivar fãs a entorar insultos contra o presidente. “Ei, Bolsonaro! Vai tomar no c*!”, gritou o público, que recebeu apoio da cantora. Na ocasião, que ocorreu em Natal (RN), a cantora dançou e disparou: “Não tô escutando”.

Edição: Vitor Fernandes
Nicole Vasquesnicole.vasques@bhaz.com.br

Graduanda em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários