Bolsonaro leva título de ‘Personalidade do Ano’ da Time após vencer votação popular

bolsonaro
Presidente foi o mais votado, seguido por Donald Trump e profissionais da saúde (Valter Campanato/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi eleito “Personalidade do Ano de 2021” nesta terça-feira (7), após vencer uma votação popular promovida pela revista Time. O mandatário, descrito pela revista como “líder controverso”, recebeu 24% dos mais de 9 milhões de votos na enquete feita para descobrir quem os leitores acreditam que foi a “maior influência, negativa ou positiva” do ano. O título já tradicional, eleito por editores do veículo, será anunciado apenas na próxima semana.

No artigo que revela a escolha dos leitores por Bolsonaro, a Time cita várias polêmicas envolvendo o presidente, cujo índice de desaprovação cresceu por causa de sua “condução da economia”. A revista menciona ainda que Bolsonaro encara “críticas generalizadas de políticos, entidades e especialistas em saúde pública por subestimar a severidade da Covid-19 e exibir ceticismo em torno da vacina”.

“Mais recentemente, Bolsonaro foi criticado pelo Supremo Tribunal Federal, que ordenou uma investigação oficial sobre os comentários do presidente em 24 de outubro, alegando falsamente que tomar as vacinas contra o coronavírus poderia aumentar a chance de contrair Aids”, continua o texto.

Trump e profissionais da saúde completam pódio

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que também foi amplamente criticado pela condução da pandemia, ficou em segundo lugar na votação dos leitores para “Personalidade do Ano” de 2021. Trump teve 9% dos votos.

Logo depois dele, em terceiro, ficaram os profissionais da saúde da linha de frente, “que trabalharam incansavelmente para salvar vidas em meio à pandemia de Covid-19 em curso”. Esse grupo ficou com 6,4% dos votos na enquete.

A votação é uma versão aberta ao público da já tradicional rodada de pessoas mais influentes do ano, promovida pela revista em dezembro. O nome escolhido pelos editores da Time para levar o título oficial de Personalidade do Ano de 2021 será anunciado na próxima segunda-feira (13).

‘Não sei onde estava com a cabeça’

No mesmo dia em que foi escolhido como Personalidade do Ano para o público, Bolsonaro sugeriu arrependimento de ter se candidatado à presidência da República. A fala foi feita durante evento da CNI (Confederação Nacional da Indústria), quando o presidente comentava a disputa eleitoral de 2022.

Segundo informações do Uol, Bolsonaro afirmou que o pleito do próximo ano “não é apenas uma eleição para presidente” e citou a possível nomeação de outras duas pessoas para ocuparem cadeiras no STF. “Aquela minha cadeira, pessoal, tem kriptonita. Não queiram aquela cadeira”, disparou.

“Vocês podem falar: ‘Por que quis para você?’. Eu não sei onde estava com a cabeça. Eu confesso. Mas agora é uma missão. Nós devemos unir forças, unir meios para cumprir essa missão”, disse Bolsonaro, que ainda completou: “Não é fácil ser presidente, mas com boas pessoas do seu lado, com o auxílio de todos, superaremos esses obstáculos”.

Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde julho de 2021 e repórter desde 2019. Graduada em jornalismo pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais). Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sebrae de Jornalismo também em 2021.

Comentários