Atriz da Globo, Ana Hikari critica emissora após prática de ‘yellowface’: ‘Fingir que está tudo certo’

ana hikari
A Globo anunciou que Paolla Oliveira e Marcelo Serrado atuarão em Cara e Coragem como dublês em uma obra ‘inspirada na cultura oriental’ (Reprodução/@gshow + @_anahikari/Instagram)

Um post feito pelo Gshow, plataforma de entretenimento da Globo, virou polêmica nas redes sociais nessa quinta-feira (4) e levantou um debate sobre yellowface – prática que consiste na representação da população oriental por pessoas brancas. Na publicação, o canal anuncia que os personagens de Paolla Oliveira e Marcelo Serrado na novela Cara e Coragem atuarão na trama como dublês em uma obra “inspirada na cultura oriental”.

“Pat e Moa serão convocados para uma nova gravação em Cara e Coragem. Desta vez, eles serão os dublês de ação de ninguém mais, ninguém menos que Ana Clara e Bruno de Luca, num set todo inspirado na cultura oriental. Eu já amei”, escreveu o canal na legenda, ao compartilhar uma foto dos atores caracterizados com roupas que fazem referência à cultura asiática.

A publicação gerou revolta nas redes e, pelos comentários, várias pessoas apontaram como racista a escolha dos atores. “A maior emissora do Brasil fazendo um desserviço desses?”, escreveu uma pessoa.

“Ei, Plim-plim, cultura dos outros não é fantasia não, viu?! Existem centenas de atores amarelos chineses (e dublês também, diga-se de passagem), que poderiam fazer ‘participação especial’. Errou rude novamente!”, criticou outra usuária da rede.

Atriz da Globo se revolta

As críticas, no entanto, não ficaram restritas aos internautas e telespectadores. Pelo Twitter, a atriz global Ana Hikari, estrela das novelas “Malhação: Viva a Diferença” e “Quanto Mais Vida, Melhor!”, também condenou a postura da emissora.

“Esse emoticon [de palhaço] é a minha foto do crachá de atriz contratada da casa cada vez que a empresa faz uns yellowface/whitewashing/abordagens racistas e eu tenho que fingir que está tudo certo”, escreveu ela.

Na sequência, a artista reforça que seu comentário não é nenhum “ataque pessoal” aos atores de Cara e Coragem. “Essa questão é muito maior do que uma questão individual”, acrescentou Hikari.

O BHAZ procurou a Rede Globo, por meio da assessoria de imprensa, para obter um posicionamento o assunto, mas ainda não obteve retorno. Tão logo a emissora se manifeste, esta matéria será atualizada.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários