Home Notícias Política Ciro Gomes acredita que Lula não será candidato e torce para ele não ser condenado

Ciro Gomes acredita que Lula não será candidato e torce para ele não ser condenado

 

O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) não acredita que Lula não será candidato em 2018, mas, ao mesmo tempo, crê que ele também não será condenado. “Torço para que ele seja absolvido, até porque não há provas contrárias, por mais que eu tenha queixas de algumas atitudes dele”, disse. Ele afirmou, ainda, que Lula é o grande responsável pela aliança que levou Michel Temer à vice-presidência do país. “Por diversas vezes, alertei o Lula sobre quem era Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima. Por isso, ele não pode falar que foi enganado”, afinou Ciro Gomes, que ontem foi recebido pelo prefeito de Belo  Horizonte, Alexandre Kalil.

Perguntado sobre uma possível aliança com Alexandre Kalil, Ciro Gomes afirmou que o momento é de realizar ajustes, conhecer as demandas. “É praticamente um treino de Fórmula 1, onde tentamos ganhar uma posição a mais. Ainda não é momento da realização de alianças”, enfatizou. Ciro Gomes acredita que o mês de março será fundamental para saber quem de fato será candidato. “Será o momento em que haverá desincompatibilização e a decisão da condenação ou não do Lula”, ressaltou.

Caso não seja candidato à Presidência, Ciro Gomes ressaltou que poderá compor a chapa de qualquer força política, desde que seja coerente com seus pensamentos. “Eu não confraternizo com golpista, tanto que o PDT expulsou dois dos três senadores do partido que votaram com eles”.

Ao falar sobre possíveis candidaturas de personalidades denominadas como não-políticos, ele foi contundente: “Isso é papo furado. Tentaram com Dória e viram que não deu certo. Daqui a pouco, vão chamar meu amigo Faustão, a Ana Maria Braga, o Ratinho e o Datena”, afirmou ironicamente. A afirmativa fez alusão à possível candidatura de Luciano Huck.

Sobre a reforma da Previdência, Ciro Gomes acredita que ela não será aprovada. “É uma reforma tosca, apressada, mal estudada e que não consulta a realidade brasileira”, afirmou

Comentários

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Carregar mais em Política