Home Notícias Brasil Menina de 8 anos é estuprada e finge ataque de cães por medo de morrer

Menina de 8 anos é estuprada e finge ataque de cães por medo de morrer

Moradores da cidade de Palmeira do Piauí, a quase 600 km da capital Teresina, estão revoltados com um crime brutal contra uma menina de apenas 8 anos. A garota foi estuprada na última segunda-feira (9) e, por medo de ser morta pelo agressor, contou aos pais ter sido atacada por cães. Ela só revelou ter sido violentada devido às fortes dores que sentia.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a menina contou em depoimento que um lavrador a levou para um matagal e a estuprou. Durante o ato, o homem ameaçava matá-la caso contasse algo para familiares ou amigos. O autor fugiu em seguida e abandonou a garota no local.

Quando chegou em casa, a criança disse aos pais ter sido atacada por cães – já que estava bastante machucada. Mais tarde, contou a verdade dizendo sentir dores fortes. Os pais dela chamaram a PM e repassaram as características do suspeito. O homem, de 28 anos, foi localizado na casa da família dele e acabou preso.

Exames de corpo de delito comprovaram a conjunção carnal e o lavrador foi preso em flagrante. Ele foi levado para a Delegacia Regional de Bom Jesus de onde será encaminhado para o sistema prisional. A vítima, por sua vez, vai receber acompanhamento junto ao Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (SAMVVIS).

É importante ressaltar que o crime, previsto no art. 217-A, consiste em “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos”. Ou seja, mesmo que não exista a conjunção carnal, o criminoso pode ser condenado a uma pena de reclusão de 8 a 15 anos.

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários

Carregar mais em Brasil