Home Notícias Minas Gerais Homem ameaça tirar virgindade da irmã da esposa, de 13 anos, e entra na mira da polícia

Homem ameaça tirar virgindade da irmã da esposa, de 13 anos, e entra na mira da polícia

Um homem de 37 anos está na mira da polícia após importunar sexualmente uma adolescente de 13 anos, irmã de sua esposa. O caso ocorreu na pequena cidade de Conceição do Rio Verde, no Sul de Minas, que possui cerca de 13 mil habitantes.

Os dois, autor e vítima, moravam na mesma residência. Desde o início do mês, conforme relato da menina aos policiais, o homem a assediava sexualmente. Ele enviava, através de um aplicativo de mensagens, mensagens com cunho sexual e dizia que tiraria sua virgindade.

A vítima contou sobre a importunação sexual à própria mãe, que resolveu prestar queixa na polícia na última terça-feira (13). Elas arquivaram o conteúdo das mensagens, imprimiram e entregaram às autoridades.

Desde que soube que a sogra estava sabendo das mensagens, o homem sumiu. Ele fugiu de casa e enviou um áudio a ela dizendo que, na verdade, o autor dos convites obscenos não era ele, mas sim uma pessoa que invadiu seu perfil.

A Polícia Civil, agora, investiga o caso.

Importunação

Vale lembrar que o crime de importunação sexual se tornou lei no ano passado e é caracterizado pela realização de ato libidinoso na presença de alguém e sem sua anuência. O caso mais comum é o assédio sofrido por mulheres em meios de transporte coletivo, como ônibus e metrô. Antes, isso era considerado apenas uma contravenção penal, com pena de multa. Agora, quem praticá-lo poderá pegar de 1 a 5 anos de prisão.

Já o crime de estupro é previsto no art. 213, e consiste em “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”. Mesmo que não exista a conjunção carnal, o criminoso pode ser condenado a uma pena de reclusão de 6 a 10 anos.

Comentários