Home Notícias BH Dono de bar desaparece no Barreiro e família pede ajuda: ‘Os filhos e os netos só choram’

Dono de bar desaparece no Barreiro e família pede ajuda: ‘Os filhos e os netos só choram’

O dono de um bar desapareceu após fechar o estabelecimento na madrugada do último sábado (9), no bairro Vila Cemig, na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Familiares de José Pacheco Lima, de 53 anos, buscam informações sobre o paradeiro do senhor. Além de proprietário do bar, ele também é porteiro de um prédio no Funcionários, na Savassi.

José teria fechado o bar por volta de 1h30 e, segundo relato de vizinhos que estavam com ele até o fechamento, o homem foi para casa, a poucos metros do bar. Ele mora sozinho no local.

Segundo a família de José, o porteiro não tem costume de sair e a família está desesperada. “Ele sempre vai de casa para o trabalho e para o bar dele. Ele tem três filhos e a gente não sabe mais onde procurar, nem fazemos ideia do que possa ter acontecido”, diz uma familiar.

A família acredita que José não tenha saído por conta própria por conta de indícios encontrados na casa dele. “O portão estava destrancado, a porta da casa estava aberta. A roupa que os vizinhos viram ele usando durante o dia estava no sofá e, além disso, o óculos que ele usa o tempo todo estava lá. Os remédios que ele toma para controle de pressão também ficaram na casa”, relata uma parente próxima.

A carteira de José ficou em cima da cama, sem documento de identidade e sem dinheiro. “Ele tinha uma quantidade razoável de dinheiro em casa, que recebe do bar. Além disso, ele não fuma e tinham duas guimbas de cigarro na garagem”, conta a familiar.

José não compareceu ao serviço de porteiro no sábado a noite e, no domingo de manhã, a empresa ligou para os familiares buscando informações. “Estamos ficando sem esperanças, ninguém está conseguindo trabalhar, nem dormir. Estamos implorando por qualquer informação”, afirma um parente próximo.

Informações a respeito do paradeiro de José devem ser repassadas para a Polícia Civil por meio do telefone 0800 2828 197.

Comentários