Home NotíciasBHBH tem suspeita de vírus chinês que já provocou 9 mortes

BH tem suspeita de vírus chinês que já provocou 9 mortes

A SES-MG (Secretaria de Saúde de Minas Gerais) divulgou nesta quarta-feira (22) um boletim em que informa sobre a possibilidade de uma mulher de 35 anos ter contraído o novo Coronavírus, um microorganismo de alerta sanitário internacional que já provocou nove mortes na China. Ele tem potencial pandêmico com alto risco à vida.

+ China: Novo coronavírus provocou 9 mortes e 440 estão infectados

De acordo com a SES-MG, a mulher é brasileira e esteve em Shangai, na China. Ela desembarcou na capital mineira no último sábado (18) e o caso foi notificado três dias depois, nessa terça-feira (21). A paciente tinha sintomas respiratórios, compatíveis com doença respiratória viral aguda.

Até o momento, segundo o órgão, o caso foi notificado e é tratado como suspeito para o novo Coronavírus justamente pelo contexto epidemiológico do país em que ela esteve, a China. “Apesar de não apresentar qualquer sinal indicativo de gravidade clínica, a paciente foi conduzida rapidamente para o HEM (Hospital Eduardo de Menezes) para observação cuidadosa em ambiente hospitalar”, diz um trecho do comunicado.

+ Alerta mundial: OMS recomenda atenção após descoberta de novo vírus chinês

A mulher informou que não esteve na região de Wunhan e que também não teve contato com pessoa sintomática na China. Exames que podem confirmar ou descartar a hipótese diagnóstica já são realizados em laboratórios de referência.

Segundo a SES-MG, todas as medidas assistenciais para redução de risco de transmissão foram tomadas. “Este caso foi notificado como suspeito para Coronavírus e a paciente está clinicamente estável e o caso segue em investigação”, explica a nota do órgão.

+ Japão confirma 1º caso de infecção por novo vírus chinês que já matou uma mulher

O HEM é referência em Minas para o atendimento de doenças infectocontagiosas, emergências em saúde pública e atenção aos agravos de interesse sanitário e que para esses casos é necessária resposta rápida e qualificada, com isolamento em área específica e monitoramento clínico cuidadoso e de resultados de exames.

Alerta regionais

Na segunda-feira (20), a OPS (Organização Pan Americana de Saúde) emitiu o Alerta Novo Corononavírus. Segundo o documento, diante da situação, a OMS (Organização Mundial da Saúde) e a OPS orientam os Estados Membros a fortalecerem as atividades de vigilância para detectar qualquer evento incomum de saúde respiratória.

A SES-MG emitiu o alerta para as unidades regionais de saúde, que repassarão a orientação da OMS e da OPAS aos municípios mineiros.

CoV

Os coronavírus (CoV) são uma grande família viral, conhecidos desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem. Segundo informações divulgadas pelo Centro de Controle de Doenças Americado – CDC e Organização Mundial da Saúde – WHO, as autoridades chinesas relataram que um novo coronavírus (nCoV) foi identificado no país. Atualmente são 300 casos confirmados na China.

No dia 21 de janeiro de 2020 foi identificado o primeiro caso nos EUA. Também já foram identificados casos em países como Japão, Tailândia e Coreia do Sul. Todos os casos identificados foram de pessoas que estiveram na região de transmissão.

Comentários