Home NotíciasCoronavírusMessi e outros astros do Barcelona doam 70% do salário para pagar funcionários do clube

Messi e outros astros do Barcelona doam 70% do salário para pagar funcionários do clube

messi barcelona

O astro do futebol Lionel Messi e seus companheiros de Barcelona concordaram com um corte de 70% nos salários em meio à pandemia de coronavírus, para pagar funcionários do clube. A decisão foi publicada na noite desse domingo (29), nas redes sociais do craque.

Messi também fará uma contribuição financeira não revelada para que nenhum trabalhador do Barcelona tenha seu salário atrelado ao futebol, que suspenso no país por causa do estado de emergência da Espanha, em vigor desde o dia 12 de março.

Leia mais: Homem acusado de estuprar e matar amiga depois de festa é condenado

Em um comunicado divulgado no Instagram, o jogador fala em nome dos jogadores do Barcelona. Messi explica também ​​que os relatórios anteriores sobre os membros da equipe que rejeitavam a proposta do clube para cortes salariais foram mal interpretados. “Queremos esclarecer que nosso desejo sempre foi que uma redução fosse aplicada aos nossos salários, porque entendemos que esta é uma situação excepcional e somos os primeiros que ajudaram SEMPRE o clube com o que nos pediram”, diz trecho do comunicado publicado pelo jogador no Instagram.

Segundo a ESPN, foi feito um acordo entre os jogadores e o clube, afetando o time masculino e todos os times profissionais, incluindo o basquete.

“Muitas vezes até fizemos as coisas por conta própria, em momentos em que achamos necessário ou importante fazê-lo. Por esse motivo, surpreende-nos que de dentro do clube haja pessoas que querem nos colocar sob pressão. Sempre fomos claros que queríamos fazer. De fato, se o acordo se arrastou, é porque estávamos procurando uma fórmula para ajudar o clube e seus funcionários nesses tempos difíceis”, continua o jogador.

Leia mais: Alunos de baixa renda da UFMG não têm computadores para aulas on-line

“Da nossa parte, chegou o momento de anunciar que, além do corte salarial de 70% durante o estado de emergência, faremos também contribuições para que todos os funcionários do clube possam ganhar 100% de seus salários enquanto essa situação dura”, relatou o astro do futebol mundial.

O Barcelona está sofrendo uma enorme crise financeira como resultado da pandemia, perdendo a receita de jogos e a receita gerada no museu do estádio.

Só elogios

Nas redes sociais, as pessoas elogiaram a postura do craque do Barcelona e demais companheiros de equipe. Além disso, jogadores brasileiros foram criticados e as pessoas pediram que eles façam o mesmo. Veja a repercussão:

Comentários