Home NotíciasBHOportunidade: Projeto oferece bolsas de capacitação para professores de BH e região

Oportunidade: Projeto oferece bolsas de capacitação para professores de BH e região

instituto iungo residencia educacional

Os profissionais da educação de escolas públicas e particulares da região metropolitana de Belo Horizonte vão ter a oportunidade de receber uma bolsa no valor de R$ 1.100 para participar de um programa de desenvolvimento profissional. O Instituto iungo, uma iniciativa do Instituto MRV, vai selecionar 15 duplas para participar, durante oito meses, de reuniões e oficinas para trocar experiências e desenvolver novos projetos para as escolas onde trabalham. As inscrições já estão abertas e vão até a próxima quinta (16).

O projeto, chamado Residência iungo, é voltado para profissionais da Educação Básica – ensino infantil, fundamental e médio – e vai de maio até dezembro deste ano. “A residência é um projeto de formação em que os educadores vão se encontrar semanalmente para aprender conhecimentos, compartilhar práticas e construir projetos conjuntos que possam ser implementados em suas escolas”, explica Paulo Emílio Andrade, diretor de educação do instituto.

Leia mais: Tradicional Bolão, no Santa Tereza, teme fechamento após 59 anos

Paulo reforça que a ideia é ajudar a capacitar os profissionais para lidar com desafios atuais da educação e, assim, contribuir para uma mudança mais ampla: “É quase uma unanimidade a importância da educação para a formação do país, mas é impossível melhorar a educação se você não investe na formação dos educadores”.

O que é o iungo?

O Instituto iungo foi criado para conectar professores, gestores, centros de pesquisa e especialistas em educação para formar e fortalecer redes de práticas de ensino, produção de materiais e troca de experiências. “A palavra iungo significa conexão, que é exatamente o que somos – uma rede de educadores conectados uns aos outros, que busca aprender e produzir conhecimento de modo colaborativo”, explica a presidente Maria Fernanda Menin.

Leia mais: Aprenda inglês, francês e espanhol em casa com o CACS Línguas

Em parceria com a PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e o NAP/USP (Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas da Universidade de São Paulo), o instituto atua em três eixos diferentes para contribuir para a formação continuada dos educadores, realizar pesquisas sobre temas relevantes para a atuação desses profissionais e produzir materiais pedagógicos para apoiar o trabalho de educadores e estudantes.

“A gente não enxerga a educação como um problema que precisa ser resolvido. A gente quer construir uma relação com os educadores que passa pelo reconhecimento e pela valorização de tudo que eles fazem e contribuir para a potencialização desse trabalho”, explica o diretor de educação. Para enfrentar os desafios impostos pelo isolamento social, que coincidiram com o início do projeto, o iungo já está disponibilizando materiais gratuitos para profissionais do país inteiro pelo Youtube e deve continuar semanalmente.

Como participar?

Quem quiser participar do projeto de residência pode inscrever a dupla até a próxima quinta-feira (16) pelo site (acesse aqui). Para participar, é necessário que as duplas trabalhem na mesma escola, localizada em BH ou na região metropolitana.

Além disso, é obrigatório que um dos integrantes da dupla seja um professor que atue em salas de aula de qualquer segmento da Educação Básica. O outro integrante pode ser um segundo professor ou qualquer outro educador da escola, como bibliotecários, coordenadores, diretores ou outros profissionais daquele contexto escolar.

A residência não tem custo e todos os participantes vão receber uma bolsa mensal no valor de R$ 1.100 durante todo o período de duração do curso. As atividades serão iniciadas em maio, por meio de plataformas que possibilitem a interação à distância, devido à pandemia do coronavírus. Assim que a situação se normalizar, os encontros passam a ser presenciais. O edital com todas as regras está disponível no site (acesse aqui).

Giovanna Fávero

Giovanna Fávero

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários