Home NotíciasCoronavírusGarotinho sofre bullying por se chamar ‘Corona’ e ganha surpresa do ator Tom Hanks

Garotinho sofre bullying por se chamar ‘Corona’ e ganha surpresa do ator Tom Hanks

tom hanks presente menino bullying corona

O ator Tom Hanks respondeu com um presente especial um garotinho de oito anos que havia enviado uma carta contando que sofria bullying na escola. O menino, chamado Corona, passou a ser alvo de ataques dos colegas quando começaram a ser registrados os casos do novo coronavírus e decidiu escrever a carta quando viu a notícia de que o ator e sua esposa haviam contraído a Covid-19.

De acordo com o 7News, o menino enviou a carta no início deste mês, quando Tom voltou para os Estados Unidos após contrair o vírus na Austrália. Na mensagem, ele dizia: “Eu amo meu nome, mas as pessoas na escola me chamam de coronavírus. Fico triste e com raiva quando me chamam assim”.

Leia mais: Distribuição de cestas básicas em BH pode ser ampliada até dezembro, diz Kalil

O ator respondeu, agradecendo Corona pelo carinho e por ter compartilhado como se sentia. “Mesmo não estando mais doente, ler a sua carta fez eu me sentir ainda melhor. Sabia que você é a única pessoa que eu conheço que se chama Corona? É como um anel em torno do Sol, uma coroa”, escreveu Hanks, que assinou dizendo: “Você tem um amigo em mim”.

Além da carta, o ator ainda enviou um presente para o garotinho: uma máquina de datilografia da marca Corona, que ele usou para escrever os relatos de quando estava em isolamento para tratar a doença na Austrália. Em seu Instagram, Hanks já havia compartilhado uma foto da máquina, que ele disse que “costumava amar”.

Leia mais: Atriz Kelly Preston, mulher de John Travolta, morre aos 57 anos

Na carta em resposta ao menino, ele conta porque escolheu o presente e o encoraja a usar: “Pergunte a um adulto como ela funciona e depois use para escrever outra carta para mim!”.

Tom Hanks e sua companheira Rita Wilson foram diagnosticados com coronavírus no início do mês passado. À época, os dois estavam na Austrália, onde o ator gravava um filme sobre a vida de Elvis Presley. Agora, os dois já estão curados e de volta aos Estados Unidos.

Giovanna Fávero

Giovanna Fávero

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários