Home NotíciasBHCombate à Covid-19: BH ocupa 12° lugar em ranking de transparência; Minas está em 11º

Combate à Covid-19: BH ocupa 12° lugar em ranking de transparência; Minas está em 11º

A organização não governamental Transparência Internacional divulgou, nesta quinta-feira (21), um ranking a respeito do combate à Covid-19 no Brasil. No levantamento, a entidade lista as cidades e estados melhores colocados em relação ao nível de transparência sobre contratações emergenciais ligadas ao enfrentamento da doença.

Ao todo, 34 indicadores de portais dos 26 estados e do Distrito Federal foram avaliados. Em 11ª colocação, MG aparece como “bom” no ranking, mas figura atrás de Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás e Paraná – todos considerados “ótimos”. O estado ainda tem pontuação menor do que Ceará, Maranhão, Rondônia, Santa Catarina, Paraíba, Amazonas e Mato Grosso.

Em relação às cidades, BH ocupa a 12ª posição no levantamento. O município é considerado “regular” e ficou acima de outras 13 capitais, entre elas Porto Velho (RO), São Luiz (MA) e Rio de Janeiro (RJ). Belém, no Pará, é considerada a pior na listagem e tem avaliação “péssimo”.

Leia também:  Avô é condenado a mais de 60 anos de prisão por estuprar os netos em MG
Leia também:  Pesquisadores da UFMG e Fiocruz desenvolvem teste para Covid-19: 'Ciência vai tirar a humanidade da crise'

De acordo com o ranking da Transparência Internacional, 53 entes foram avaliados no total: 27 governos estaduais, o Distrito Federal e 26 capitais. Para cada um deles, foram buscadas informações sobre contratações emergenciais nos seguintes portais:

  • Portal dedicado às contratações emergenciais (se houver)
  • Portal oficial do governo
  • Portal da Transparência
  • Portal de Compras
  • Portal de Dados Abertos (se houver)
  • Portal dedicado à Covid-19 (se houver)
  • Redes sociais (Facebook e Twitter).
Leia também:  Governo de Minas anuncia pagamento para servidores da saúde e da segurança; demais seguem na espera

As informações disponíveis, o formato delas, legislação e o controle social foram alguns dos pontos considerados na metodologia da pesquisa. O ranking completo pode ser conferido aqui.

Comentários