Home NotíciasBHBoa ação! Doação de alimentos leva esperança aos mais necessitados em BH (e sexta que vem tem mais)

Boa ação! Doação de alimentos leva esperança aos mais necessitados em BH (e sexta que vem tem mais)

Vitor Fórneas e Roberth Costa

Quem passou pelas redondezas da Praça da Estação, no Centro de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (29), pode ter levado um susto diante de uma aglomeração de pessoas – já que em tempos de coronavírus o melhor a se fazer é ficar em casa e seguir as recomendações das autoridades de saúde.

Leia mais: Renata Vasconcellos defende direito de se emocionar no JN e solta a voz

Ao contrário do que se pode imaginar, o que reuniu tanta gente na Praça da Estação não ia contra as boas práticas no combate ao avanço da Covid-19: além de doar alimentos para os mais necessitados, a iniciativa “Comboio do Bem” ainda levou esperança a centenas de pessoas vulneráveis.

“Ajudando muita gente”

O desempregado Marcos Aurélio, de 50 anos, foi um dos que esteve no espaço para receber doações. Para ele, a ação foi um alívio diante da pandemia. “Está ajudando muita gente que não tem o que comer. Isso aí está salvando todo mundo, pode ter certeza”, disse ao BHAZ.

Leia mais: ‘Mês, com toda certeza, que teremos mais óbitos’, diz Zema sobre julho

Para o homem, estar sem trabalho, em tal cenário, é a mesma coisa de “um velório”. “O trem está desesperador, a coisa não está legal. Tá muito ruim mesmo. Vou levar hoje [o sustento da família], está difícil demais”, conta.

Boa ação distribuiu alimentos na Praça da Estação (Vitor Fórneas/BHAZ)

Vilma Gomes, por sua vez, diz que a iniciativa é “tudo de bom”. “Tô achando bom, a gente vai levar uma ajuda para dentro de casa. Com essa pandemia, todo mundo desempregado. Aí vim aqui buscar uma cesta para levar para eu e meus filhos comermos. Sou mãe de cinco filhos, estava trabalhando e minha patroa me despediu. A gente vai vivendo do jeito que pode”, diz.

“Se não fosse ele, como é que a gente ia viver agora. Tomara que ele continue com essa doação até a pandemia acabar, a gente não sabe quando é que vai terminar”, deseja a moradora da Barragem Santa Lúcia.

Boa ação com responsabilidade

Representante da Medina Bank – ação social voltada para pessoas em situação de rua na capital -, Rochester Duarte explica que o grupo distribui kits alimentares para os mais necessitados e que a ação completará 1 ano em junho. “Hoje viemos para a Praça da Estação, onde teve uma maior mobilização das pessoas. Esse projeto é simplesmente sustentado pelo Medina Bank, que é um empresário que tem ajudado as pessoas”, conta.

Garçons serviram marmitex a quem foi buscar doações (Vitor Fórneas/BHAZ)

Além de doar os alimentos, os organizadores ainda se preocuparam com a forma como eles seriam distribuídos – e com a variedade presente nos kits. “A gente procura na verdade, além da água, dar uma paçoquinha que é uma sobremesa, o marmitex de hoje temos o privilégio de ser servido até mesmo por garçons e a cesta básica, que é um item de necessidade básica mesmo”.

Duarte ainda ressalta que todos os envolvidos seguem os protocolos de segurança recomendados pelas autoridades de saúde. “E o mais importante é que nós estamos seguindo todos os critérios sanitários, com máscaras, higienização das mãos e o distanciamento permitido para evitar maior contágio devido à pandemia”, explica.

Sexta-feira tem mais

O representante da Medina Bank ainda explica que a ação será realizada “em definitivo” na Praça da Estação. Ele ressalta que “não se trata de um evento”, mas sim de “distribuição voluntária de alimentos”.

Segundo Duarte, a boa ação ocorrerá às sextas-feiras. “Semanalmente, todas as sextas-feiras, a partir de meio-dia, o Comboio do Bem estará aqui, na Praça da Estação, ajudando as pessoas”, explica.

Reforce a proteção contra o vírus

Autoridades de saúde orientam que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários