Home NotíciasEsportesKalil descarta futebol em BH durante restrição do comércio: ‘Vão jogar em Sete Lagoas’

Kalil descarta futebol em BH durante restrição do comércio: ‘Vão jogar em Sete Lagoas’

jogo futebol bh restrição comércio

A volta do futebol em palcos históricos de Belo Horizonte, como o Mineirão e o Independência, está descartada enquanto durar alguma restrição do comércio na cidade. A determinação foi revelada pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), durante entrevista exclusiva ao BHAZ, que ainda criticou a projeção do retorno do Campeonato Brasileiro em agosto.

“O futebol, a federação manda. Se ela estabelecer que começa amanhã, começa amanhã. Eles vão jogar em Governador Valadares, em Sete Lagoas… porque em Belo Horizonte não joga”, afirma o mandatário. “Quem define o futebol é a federação mineira, mas quem define se vai ficar em Belo Horizonte é o prefeito de Belo Horizonte. Em Belo Horizonte, não tem futebol”, complementou, ao ser questionado sobre a volta do Campeonato Mineiro.

Leia mais: Endividado, Cruzeiro tem alienação de imóvel aprovada por conselho

A FMF (Federação Mineira de Futebol) desejava que a competição estadual voltasse já neste mês, no dia 26. O plano apresentado foi barrado nesta semana pelo Governo de Minas ao alegar que “nenhum protocolo seria adequado ao momento”. “Havendo uma melhora do panorama epidemiológico e assistencial os protocolos serão reavaliados para que a atividade seja retomada com segurança a vida dos envolvidos”, afirmou o Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (COES-MG) em trecho de nota (leia na íntegra abaixo).

O prefeito de BH, por sua vez, descarta a possibilidade do futebol voltar à cidade com alguma restrição do comércio em vigor. “Não tem sentido eu fechar um comerciante e abrir ou Independência ou o Mineirão. Seria uma incoerência e uma irresponsabilidade. Como era incoerente e irresponsável deixar só o Cruzeiro sem treinar, sendo que o Atlético estava treinando em Vespasiano e o América treinando em Contagem. Então nós estamos numa guerra, nós temos que rebolar um pouquinho também e ter bom senso”, alega.

Leia mais: Abrasel promete entrar na Justiça para reabrir bares e restaurantes em BH

Campeonato Brasileiro

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) sustenta que o Campeonato Brasileiro começará no início de agosto. “A decisão foi tomada em reunião com a Comissão Nacional de Clubes, com a participação do presidente [da CBF], Rogério Caboclo. E sinalizou a data do dia 9 de agosto para o início da Série A e do dia 8 para a Série B. O desejo da CBF é cumprir integralmente o calendário, sem suspensão ou cancelamento”, disse o secretário geral da CBF, Walter Feldman, à rádio Itatiaia.

Kalil, que foi presidente do Atlético entre 2008 e 2014 e chegou a liderar um movimento de criação de uma liga nacional, questiona a volta da competição nacional no próximo mês. “Estão falando que o Campeonato Brasileiro volta em agosto. Você vai enfiar uma delegação de 40 pessoas dentro de um avião e descer no Pará ou em Manaus? Eu estou dizendo o seguinte, não estou falando de futebol: você vai pegar 40 pessoas, enfiar num avião e descer no Rio de Janeiro com tudo aberto hoje? Eu tenho amigos que têm filhos que moram no Rio e vieram se proteger em Belo Horizonte, estão na casa do pai”, afirma.

Kalil

O BHAZ realizou entrevista exclusiva com o prefeito Alexandre Kalil nessa terça-feira (30) e tratou de assuntos como coronavírus, transporte público, reeleição, futebol, entre outros. O conteúdo será publicado ao longo dos próximos dias. Confira o que já está no ar:

. Kalil descarta ensino a distância na rede municipal: ‘No Cabana vão fazer o quê?’
Kalil critica Bolsonaro na pandemia: ‘Qualquer imbecil sabe que faltou liderança’
Comércio de BH ficará fechado ao menos até dia 13, antecipa Kalil
Kalil sinaliza cancelamento do Carnaval de BH em 2021: ‘Birutice’
Kalil não promete cumprir mandato até o fim caso se reeleja
Kalil revela já ter dinheiro reservado para comprar ‘muitos’ leitos particulares

Nota do COES-MG

“O Centro de Operações de Emergência em Saúde de Minas Gerais (COES-MG) avaliou os protocolos apresentados pela Federação Mineira de Futebol (FMF) e pelos times mineiros, e que solicitava o retorno às atividades do futebol para o Campeonato Mineiro. Diante de um panorama com piora da situação epidemiológica e assistencial, em que, inclusive, foi recomendado o retorno de todos os municípios que aderiram a Deliberação do Comitê Extraordinário COVID-19 nº 39 de 29 de abril de 2020 (Plano Minas Consciente) para a onda verde, a avaliação feita foi de que nenhum protocolo seria adequado ao momento. Havendo uma melhora do panorama epidemiológico e assistencial os protocolos serão reavaliados para que a atividade seja retomada com segurança a vida dos envolvidos. A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) entende a importância do futebol e do esporte na vida do brasileiro, mas nenhum protocolo seria adequado ao momento”

Thiago Ricci

Thiago Ricci

Editor-chefe do BHAZ desde agosto de 2018, cargo ocupado também entre 2016 e 2017. Jornalista pós-graduado em Jornalismo Investigativo, pela Abraji/ESPM. Editor-chefe do SouBH entre 2017 e 2018; correspondente do jornal O Globo em Minas Gerais, entre 2014 e 2015, durante as eleições presidenciais; com passagens pelos jornais Hoje em Dia e Metro, TVs Record e Band, além da rádio UFMG Educativa, portal Terra e ONG Oficina de Imagens. Teve reportagens agraciadas pelos prêmios CDL, Délio Rocha, Adep-MG e Sindibel.

Comentários