Com calor de 43ºC, jovens fritam ovo no asfalto e vídeo viraliza

ovo frito no asfalto araçuaí mg
Termômetros na cidade passaram dos 40º C (Reprodução/Redes Sociais)

Com as temperaturas em Minas Gerais batendo recordes praticamente a cada semana, os mineiros acabam precisando recorrer ao senso de humor para não se estressarem com o calorão. É o caso de uma jovem de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, que aproveitou os mais de 40ºC registrados na cidade para fritar um ovo utilizando um método peculiar: o calor do asfalto.

O vídeo, que viralizou nas redes sociais, mostra uma moradora quebrando o ovo em uma frigideira colocada diretamente sobre o asfalto. Assim que o ovo toca a panela, é possível ouvir o barulho comum da fritura e o ingrediente começa a mudar de consistência. “Esse é o sol de Araçuaí, galera. Tá podendo fritar um ovo”, comenta a mulher que está filmando. Confira:

E a brincadeira não foi sem motivo. Nessa quarta-feira (7), os termômetros na cidade chegaram a marcar 43,6ºC, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) – e deve continuar assim. Hoje (8), a máxima prevista pelo instituto é de 43ºC

Perigo

Apesar das reações bem-humoradas, o calor intenso também traz riscos para os mineiros.  Ainda nesta semana, o Inmet emitiu um alerta de risco de morte/hipertermia por conta do calor intenso que atinge Minas Gerais. Segundo o instituto, o alerta é válido para todas as 34 cidades do Triângulo Mineiro, até amanhã (9).

Reforce os cuidados

Confira abaixo as recomendações listadas pela Defesa Civil para os dias em que os índices da umidade do ar são mais críticos:⠀

  • Hidrate-se durante o dia;
  • Prefira alimentos leves e frescos, como saladas, frutas, carnes grelhadas;
  • Evite frituras;
  • Durma em local arejado e umedecido por aparelhos umidificadores, ou ainda coloque uma bacia com água;
  • Evite atividades físicas ao ar livre e exposição ao sol entre as 10h e as 17h;
  • Evite banhos com água quente, para não potencializar o ressecamento da pele. Se necessário, use hidratante;
  • Em caso de problemas respiratórios, procure um especialista;
  • Em caso de incêndio em mata ou floresta, avise imediatamente ao Corpo de Bombeiros (193), Defesa Civil (199) ou Polícia Militar (190).

Edição: Vitor Fernandes
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários