‘Apocalipse’: Tempestade arranca estruturas e devasta parte de Divinópolis

tempestade em Divinópolis e estrutura caída sobre rede elétrica
Bombeiros registraram mais de 50 chamados relacionados à tempestade (Reprodução/Redes sociais)

Árvores de grande porte violentamente arrancadas, partes de edifícios levadas, desabamentos, falta de luz e uma ventania assustadora. Foi esse o cenário enfrentado nessa sexta-feira (9) por moradores de Divinópolis, cidade do Centro-Oeste mineiro a cerca de 130 km de BH. O estrago foi tamanho que a Defesa Civil local prevê até três dias para reparar minimamente os problemas causados pela tempestade.

“Divinópolis foi atingida por fortes chuvas e ventania que quase nunca foi vista por aqui. Danificou parte da nossa cidade, muitas árvores, galhos caindo em cima de muros, como no cemitério do Centro: uma árvore quebrou o muro”, afirmou ainda ontem, durante live no Instagram da prefeitura, o prefeito Galileu Teixeira Machado.

Telhados e estruturas foram arrancados pela força do vento

Ao BHAZ, o tenente do Corpo de Bombeiros Henrique Tahdeu informou que só ontem foram atendidas 27 ocorrências durante a chuva. Hoje, a corporação já tem outras 35 demandas relacionadas ao estrago causado pela tempestade.

Em um dos vídeos gravados e disseminados pelas redes sociais, é possível ver a violência da ventania. Pessoas que estavam debaixo de uma marquise mostram uma moto derrubada pela tempestade, além de estruturas destruídas. “Que isso, mano, que doideira”, fala um homem. Veja:

Em outro vídeo, a violência do vento chega a levantar o capô de um carro:

Novos temporais

Divinópolis sofria uma estiagem de três meses quando recebeu a tempestade de ontem. Apesar da violência, o prefeito afirmou que não foi registrada uma vítima sequer. “Não houve vítimas, foram somente danificadas obras e casas. Mas não fomos informados sobre vítimas”, afirmou o gestor da cidade do Centro-Oeste mineiro, Galileu Teixeira Machado.

A administração afirmou que a Defesa Civil Estadual prevê novas tempestades para os próximos dias. “Temos que nos precaver, estarmos preparados”, disse o prefeito.

Ventania derrubou muitas árvores na cidade

Estruturas destruídas

Dentre as dezenas de ocorrências atendidas pelos bombeiros, chamam a atenção as estruturas levadas ou destruídas pela chuva. No bairro Jardim Nova América, uma residência foi danificada após o muro de uma obra vizinha desabar. Apesar do dano e do telhado ter desabado parcialmente, ninguém ficou ferido.

Já no bairro Ipiranga, três imóveis gravemente danificados: um galpão desabou por completo na rua Minas Gerais, enquanto estruturas metálicas de dois prédios foram levadas pela ventania. Todos os incidentes causaram danos, também, na rede elétrica. Mesma situação ocorreu com outro edifício na rua Cesário Dias Furtado, no bairro Fábio Notini.

‘Apocalipse’

Os moradores da cidade ficaram assustados com a tempestade. Uma residente relatou ter ficado com medo com a violência da chuva. “Gente eu nunca fiquei tão desesperada igual ontem com aquela tempestade ! Divinópolis ficou parecendo que teve um apocalipse! Medooo”, escreveu.

Ainda hoje, moradores sofriam por causa da chuva. “Quase 17 horas sem energia no bairro por conta de chuva e eu com 8% de bateria”, reclamou um residente.

Edição: Thiago Ricci
Camila Saraiva
Camila Saraivacamila.saraiva@bhaz.com.br

Jornalista formada pela PUC-Minas em 2015. Pós-graduada em Jornalismo em Ambientes Digitais pelo Centro Universitário UniBH em 2019.

Comentários