Covid-19 em BH: Ocupação de leitos de enfermaria volta ao nível amarelo

Profissionais da saúde
Indicador estava crescendo lentamente nos últimos dias (Amanda Dias/BHAZ)

A ocupação de leitos de enfermaria destinados ao tratamento da Covid-19 em Belo Horizonte voltou ao nível amarelo, que representa estado de alerta, depois de apresentar pequenos aumentos constantes desde a última quinta-feira (18). Agora, a ocupação está em 50% e saiu do nível verde, que não sinaliza alerta.

As informações são do boletim epidemiológico divulgado pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) nesta terça-feira (23). Desde a última quinta, o índice subiu lentamente de 46,4% para 50%. Já a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados ao tratamento da Covid-19 caiu de 65,5%, ontem, para 64,2% hoje.

Já o número médio de transmissão por infectado (Rt) do vírus na cidade, que havia caído ontem, apresentou leve aumento: de 0,94, ele foi para 0,96 hoje. O ideal é que o Rt seja mantido abaixo de 1, então o indicador permanece no nível verde e não representa alerta, de acordo com os parâmetros da PBH.

Indicadores da Covid em BH
Ocupação de UTIs foi o único índice que caiu de ontem para hoje (Reprodução/PBH)

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico, a capital já acumula 106.753 casos confirmados de Covid-19 e outros 4.481 em acompanhamento. Ao todo, 2.695 pessoas já perderam a vida para a doença na capital, enquanto 99.577 pessoas se recuperaram dela.

Imunização

Outro fator importante para o controle do vírus, a imunização também avançou um pouco na capital. Ao todo, 107.757 pessoas já receberam a primeira dose do imunizante – e, dessas, 53.334 já receberam a segunda. Outras 43.627 doses que já foram distribuídas para os pontos de imunização devem ser aplicadas em breve e a capital também já conta com mais de 37 mil imunizantes que ainda não foram distribuídos.

Edição: Roberth Costa
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários