UFMG, PUC e mais: Site lista músicas preferidas em cada faculdade

reitoria ufmg spotify
UFMG e outras faculdades mineiras já estão incluídas na lista de resultados (Amanda Dias/BHAZ + Banco de imagens/Unsplash)

Já parou para pensar em como seria uma playlist feita com as músicas mais ouvidas por cada aluno da sua faculdade? Um funcionário do Spotify pensou – e arrumou um jeito de descobrir. Ele desenvolveu uma ferramenta que lista as novidades musicais mais escutadas pelos perfis de alunos para descobrir quais estilos são a cara de cada universidade. E as playlists já estão disponíveis.

A ferramenta, batizada de “O som das escolas no Spotify”, em tradução livre, foi criada por Glenn Mcdonald, que trabalha como engenheiro de som no aplicativo. Ao todo, já foram listados os “perfis musicais” de mais de duas mil instituições de ensino ao redor do mundo – incluindo as principais de Minas Gerais e mais de 100 de todo o Brasil.

Cada uma tem uma playlist exclusiva com dezenas das novas descobertas musicais que mais marcam presença nos fones de cada aluno. Conforme a definição do próprio site, a ideia é mapear “as músicas que definem, unem e distinguem escolas, de acordo com os padrões de escuta e numéricos dos alunos do Spotify”.

Como funciona?

Os critérios utilizados para a criação das playlists não são divulgados com clareza, mas o aplicativo tem uma opção de assinatura mais barata para estudantes universitários – que precisam informar em qual instituição estudam para ter acesso ao benefício.

Além disso, também já se sabe que as escolhas musicais dos usuários são constantemente monitoradas. Prova disso são as retrospectivas personalizadas lançadas ao fim de cada ano com um balanço complexo dos hábitos de cada usuário. Incluindo músicas mais tocadas, número de “plays”, novos artistas descobertos, países de origem e até mesmo uma playlist especial com novidades que podem agradar, elas fazem a alegria dos assinantes.

Em outras ocasiões, McDonald já chegou a publicar vários artigos na página do Spotify explicando como a empresa consegue descobrir quais artistas são os mais promissores e quais não recebem a atenção que merecem. Ele dá até dicas para os artistas conseguirem transformar esses números em produções que vão se adequar aos hábitos de consumo do público.

Ficou curioso para saber a sua?

E se você estuda em alguma das maiores universidades de Belo Horizonte e Minas Gerais, já pode descobrir qual é o perfil da sua escola. O site já inclui as playlists de instituições como a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais), UniBH, UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais) e algumas de outras regiões do estado.

E alguns dos resultados podem surpreender. As playlists incluem uma enorme variedade de artistas locais, como Lagum, MC Rick, e Rosa Neon, Kdu dos Anjos, Fenda, Lamparina e a Primavera, DJ Wesley Gonzaga, MC L da Vinte e Djonga, entre vários outros. Além disso, também aparecem nomes como Anavitória, Jorge e Mateus, Maria Gadú, Pabllo Vittar e Karol Conká.

Para ver as playlists completas, basta acessar este link e procurar o nome da sua universidade. Vale lembrar que o site funciona como um “radar de novidades” de cada instituição. Por isso, as músicas listadas não são necessariamente as mais ouvidas, mas sim as descobertas que mais fizeram sucesso. E aí? Qual das playlists você salvaria?

Edição: Roberth Costa
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Repórter no BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura.

Comentários