Pesquisar
Close this search box.

Circuito da Praça Raul Soares: O novo rolê cultural de BH

Por

praça raul soares
Fundador da Cozinha Tupis, no Mercado Novo, comentou sobre o processo de reorganização da Praça Raul Soares (BHAZ/Divulgação + Reprodução/Cura/Instagram)

Com a volta do povo às ruas após a pandemia, muita gente está até hoje descobrindo novos hábitos e gostos por aí. Em BH, um lugar em específico tem chamado muita atenção: a Praça Raul Soares, que ganhou novos ares, novas cores e novos bares, no melhor estilo Mercado Novo. O Arreda pra Cá, podcast do BHAZ, conversou com um dos principais incentivadores desse movimento cultural na cidade, Rafael Quick, sobre os novos rolês no coração da capital mineira.

Quick é um dos sócios do Juramento 202, bar queridinho na região Leste de BH, do Forno da Saudade, pizzaria que reúne centenas de pessoas em uma praça na região Noroeste, e dos dois primeiros empreendimentos no agora disputado segundo andar do Mercado Novo. E ele vê com bons olhos o surgimento de movimentos parecidos em outros pontos da capital.

“O que a gente quer é isso. É entender que o movimento do Mercado Novo teve uma influência grande, ele também foi influenciado por outras coisas e, de certa maneira, essas energias vão se somando e transformando BH num lugar muito legal”, afirma Quick ao comentar o que ele chama de “Circuito da Raul Soares”.

“Acho que é o lugar mais interessante de BH como um todo, que é o Mercado Central, Mercado Novo, a Raul Soares em si, que teve o Cura [Circuito Urbano de Arte], que agora tem o movimento da Galeria [São Vicente], tem o pessoal também pegando o Scaramouche [antigo bar de BH], que é ali na Bias Fortes com Raul Soares”, lista o empreendedor.

Nova Raul Soares

Rafael afirma ainda que o fato de a Praça Raul Soares estar sofrendo essas modificações após anos sendo tida como uma lugar abandonado e perigoso é uma espécie de presente para os belo-horizontinos. “É um lugar que tá se transformando muito rápido e que vai virar um lugar que você anda a pé, que você descobre”, pontua.

Mas nem todas as novidades agradam o fundador da Cervejaria Viela. Sobre a inauguração de uma unidade do McDonald’s bem em frente à praça, ele é mais pessimista: “Não celebrei, era uma flora ali. Eu não sou o maior fã das franquias internacionais, mas acho que faz parte, cumpre um papel também. Mas eu achei que ali poderia ter tido um lugarzinho a mais com essa proposta belo-horizontina tipo Centro, imóvel antigo”.

“Descobrir outros lugares da cidade eu acho que tem muito a ver com essa história da vocação. Eu acho que a gente vê esse baixo Centro ali, a parte que está ao redor do Mercado Central, Mercado Novo, Raul Soares, ali é um lugar muito perfeito pra isso. Sempre, historicamente, teve isso, vários bares ali”, defende Quick.

Ele afirma ainda que esse movimento não é novidade na região e cita alguns nomes antigos que marcaram a cultura de bares na Praça Raul Soares: “O Mercado Novo tinha o Vagalume, que era um bar da madrugada que todo mundo ia pra lá, o próprio Scaramouche, que também era um bar que nos anos 80 ficou muito conhecido por ser um bar da madrugada. E a vocação do Centro é essa”.

Confira o papo na íntegra abaixo.

E se você quiser conhecer um pouco mais sobre o que guardam os corredores do Mercado Novo, da Galeria São Vicente e do Mercado Central, é só clicar aqui, aqui e aqui.

Arreda pra Cá

Se tem duas coisas que o mineiro gosta de verdade, elas são: Minas Gerais e uma boa conversa. Se juntar os dois então, já viu… E foi exatamente isso que o BHAZ fez: o Arreda pra Cá, nosso podcast, recebe personalidades mineiras e figuras importantes que têm tudo a ver com a história do nosso estado. Tem esporte, internet, arte e uma bebidinha que não pode faltar, né!?

Pra conferir tudo sobre o podcast e assistir os papos com os demais convidados, acompanhe aqui.

Giovanna Fávero

Editora no BHAZ desde março de 2023, cargo ocupado também em 2021. Antes, foi repórter também no portal. Foi subeditora no jornal Estado de Minas e participou de reportagens premiadas pela CDL/BH e pelo Sebrae. É formada em Jornalismo pela PUC Minas e pós-graduanda em Comunicação Digital e Redes Sociais pela Una.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ