Pesquisar
Close this search box.

Havayanas Usadas: megabloco arrasta foliões ao som do axé

Por

bloco havayanas usadas no carnaval de bh
Bloco Havayanas Usadas aposta no simples e popular para agradar foliões (Beatriz Kalil Othero/BHAZ)

Nascido da cisão do maior bloco do recém-nascido Carnaval de BH, o Havayanas Usadas surgiu após parte do Baianas Ozadas decidir deixar o bloco e iniciar um novo projeto. Quem avaliou que a folia perderia com a divisão errou. A separação resultou em dois dos maiores blocos da festa na capital mineira.

O bloco já começou grande, em 2017, arrastando uma multidão pelo Sagrada Família. Em 2019, se consolidou como um megabloco e promete agitar o Carnaval BH 2024.

Veterano da folia na capital mineira, Heleno Augusto é vocalista e organizador do Havayanas. Ao BHAZ, ele conta um pouco do surgimento e história do gigante da avenida dos Andradas.

“A ideia do nome veio de ser um chinelo usado, algo que as pessoas reformam, que todo mundo tem. Queríamos algo que representasse o simples, democrático e popular”, explica.

Havayanas Usadas em desfile do Carnaval de 2023 (Betriz Kalil Othero/BHAZ)

Segunda de Carnaval

Com o tamanho do bloco, desde 2018, eles deixaram de sair na rua Petrolina, no Sagrada Família, e passaram a ocupar a avenida dos Andradas. O cortejo desfila na segunda-feira de Carnaval, com concentração a partir de 8h e dispersão às 14h.

Com pouco mais de 1 quilômetro de trajeto, o bloco sai das proximidades da estação de metrô do Santa Tereza e vai até a do Horto. A bateria tem 170 instrumentistas. O Grupo Requebra de Dança é a ala coreografada, que conta com cerca de 100 integrantes.

Para Heleno, o Havayanas Usadas representa uma vitória importante na descentralização do Carnaval. “Conseguimos reunir uma multidão em uma região fora do centro. Já tivemos várias participações especiais, inclusive de blocos amigos, como o Juventude Bronzeada e o Então, Brilha“.

Laranja é a cor oficial do bloco (Beatriz Kalil Othero/BHAZ)

Repertório do Havayanas Usadas

O repertório conta com clássicos do axé music, dos anos 1990 e 2000. Paralelamente a isso, também toca músicas do tema a ser abordado no ano. O de 2024 ainda é um mistério.No desfile, Heleno garante que o público pode esperar muito agito e alegria.

Público no cortejo do Havayanas Usadas, em 2023 (Beatriz Kalil Othero/BHAZ)

Anota aí:

Data: 12 de fevereiro
Endereço: Avenida dos Andradas, 3700 – Pompeia
Horário: 8h

Vitor Fernandes

Sub-editor, no BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018, 2019, 2020 e 2022), Sindibel (2019), Sebrae (2021) e Claudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados (2021).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ