Jovem Aprendiz: Vallourec abre mais de 80 vagas em diferentes áreas

(Reprodução/ vallourec/Instagram)

A Vallourec, empresa que fornece soluções tubulares, está com as inscrições abertas para o programa Jovem Aprendiz 2022. A iniciativa tem como objetivo ampliar o acesso ao primeiro emprego de pessoas com mais de 17 anos. As inscrições vão até o dia 30 de junho e são por meio do site da Vallourec.

Ao todo, são mais de 80 vagas disponibilizadas para aprendiz nas unidades do Barreiro, em Belo Horizonte, e de Jeceaba. Os candidatos poderão escolher entre as áreas: Mecânico de Manutenção Industrial; Automação (Sistemas Industriais); Eletricista de Manutenção Eletroeletrônica (específica para a unidade do Barreiro), e Operador de Processos Siderúrgicos (exclusivamente para a unidade de Jeceaba e Pessoas com Deficiência).

Além da experiência e da bolsa auxílio do programa, os jovens aprendizes selecionados terão direito a cesta básica e assistência médica. Podem concorrer às vagas de Mecânico de Manutenção Industrial, Automação (Sistemas Industriais) e Eletricista de Manutenção Eletroeletrônica jovens nascidos entre 1º de agosto de 2003 e 1º de agosto de 2005. Já a oportunidade de Operador de Processos Siderúrgicos é específica para Pessoas com Deficiência e 18 anos já completos, sem outro limite de idade.  

Curso

O curso de Mecânico de Manutenção Industrial terá duração de 24 meses, sendo os 12 primeiros no Senai de Contagem (para as vagas do Barreiro) e de Ouro Branco (para as vagas de Jeceaba) e os demais de prática na Vallourec.

As atividades da formação em Automação (Sistemas Industriais) serão realizadas em 18 meses – os 12 primeiros no Senai de Belo Horizonte e os cinco restantes de prática dentro na Vallourec. Já o curso de Eletricista de Manutenção Eletroeletrônica terá 12 meses de teoria e prática dentro do Senai de Belo Horizonte. Por sua vez, o curso de Operador de Processos Siderúrgicos terá duração de 13 meses – um período no Senai de Jeceaba e prática posterior na unidade da Vallourec. Todas as atividades são supervisionadas por profissionais da área.

Edição: Roberth Costa
Giulia Di Napoligiulia.di.napoli@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários