Commander limited: a família na vibe da aventura

Para quem acha que o Compass é pequeno para a família e quer um modelo que, além de levar toda a galera, ainda incorpore o DNA aventureiro da marca Jeep, o Commander é um SUV sob medida. Desenvolvido no Brasil e produzido na fábrica da marca em Goiana, Pernambuco, o grandalhão tem como principais atrativos o amplo espaço interno, com capacidade para sete pessoas; o bom nível de acabamento interno, o moderno e eficiente motor turbodiesel, que possibilita uma boa agilidade ao modelo; aptidão para o fora de estrada, com sistema de tração integral que possibilita a escolha do terreno, boa altura do solo e bons ângulos de saída, ataque e central; e pacote tecnológico de itens de conforto e segurança bem completo.

Foto: Eduardo Aquino

A versão do Commander que avaliamos é a Limited, que fica abaixo do topo de linha, a Overland, mas tem praticamente os mesmos equipamentos de conforto e segurança e é equipada com o mesmo motor 2.0 turbodiesel, de 170cv, e tração 4×4.

Apesar das dimensões avantajadas, o Commander mantém a essência e o charme das linhas da Jeep, como a grade com as sete barras na frente, onde se destacam também as luzes de LED e as barras cromadas na parte de baixo da grade e no para-choque.

Roupagem aventureira

De perfil, chamam a atenção o teto na cor preta, com contorno cromado, que dão um toque de elegância; em contraste com as coberturas plásticas nos para-lamas e soleiras, que ressaltam aventura, e com as rodas, que colocam uma pitada de esportividade.

Leia mais: Prêmio Carsughi 2021

Foto: Eduardo Aquino

Na traseira, o design é mais sóbrio e elegante, com uma barra cromada que unem as horizontalizadas lanternas em LED, o defletor de ar no teto, na mesma cor preta; e o para-choque com desenho mais voltado para o estilo aventureiro.

Acabamento

Ao entrar no Commander Limited percebe rapidamente o bom nível de acabamento interno, presente no revestimento em couro dos bancos, volante e painel; nos detalhes cromados no painel e em preto brilhante no console.

Com capacidade para sete ocupantes, o espaço interno é bem razoável, tanto para as pessoas quanto para as bagagens, pois levando cinco pessoas, o porta-malas é de 661 litros e, com sete, é de 233 litros, que ainda cabe uma pequena bagagem.

Leia mais: Drift: carros deslizantes

Foto: Eduardo Aquino

Mas o passageiro do meio da segunda fila é incomodado pelo apoio de braço embutido no encosto e o espaço da terceira fila é bem limitado. Um ponto positivo é a possibilidade de deslocamento (de até 14cm) da segunda fila, que melhora o espaço na terceira fila.

Oito posições

Para encontrar uma boa posição de dirigir, o motorista conta com regulagens elétricas (de 8 posições) do banco e ajustes de distância e de altura da coluna de direção. O volante tem boa pega e abriga os comandos do multimídia, áudio e computador de bordo.

Com uma tela de 10,1 polegadas e sensível ao toque, posicionada no centro e no alto do painel, as informações do sistema multimídia (Android Auto e Apple Car Play) são fáceis de serem visualizadas e o sistema é bem completo e fácil de operar.

Leia mais: Teste do Toyota SW4 SRX

Foto: Eduardo Aquino

Também é de fácil visualização as informações no quadro de instrumentos totalmente digital, que tem tela de 10,25 polegadas e pode ser configurado pelo motorista de acordo com as suas preferências.

Por indução

No pacote de itens que facilitam a vida do motorista e passageiros a bordo, destaque para o carregamento do celular por indução, o ar-condicionado de duas zonas com e ajuste de intensidade para o banco traseiro e navegação nativa.

Com dez canais, nove alto-falantes e subwoofwer e potência de 450w, o sistema de áudio da Harman Kardon merece um capítulo à parte. Você curte qualquer tipo de música, em qualquer volume com uma qualidade fantástica.

Leia mais: Voltz eletrifica o Brasil

Foto: Eduardo Aquino

Para manobrar um modelo com as dimensões do Commander, o motorista conta com câmera de ré de boa resolução, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e sistema de estacionamento semiautônomo.

Leitura de placas

Dentro do pacote tecnológico, destaque para o sistema de leitura de placas de trânsito, o aviso de colisão frontal com frenagem de emergência com detecção de pedestres e ciclistas e comutação automática de farol alto.

A lista de segurança ainda inclui sete airbags, controle eletrônico anti-capotamento, detector de fadiga do motorista, monitoramento de pontos cegos, detecto de tráfego cruzado, monitoramento da pressão dos pneus e controles de tração e estabilidade.

Leia mais: Teste do Fiat Mobi Trekking

Foto: Eduardo Aquino

Além do sofisticado sistema de tração 4×4 (Jeep Active Drive Low) e do seletor de terrenos, para encarar o fora-de-estrada o motorista conta com bons ângulos de saída, entrada e rampa; boa altura do solo e protetor de cárter.

Mais torque

O motor 2.0 turbodiesel, de 170cv, consegue dar agilidade ao Commander nas acelerações e retomadas. Em relação ao motor que equipa o Compass, ele teve o torque aumentado de 35kgfm para 38kgfm, que faz um pouco de diferença em baixas rotações.

O câmbio automático de nove marchas trabalha bem afinado com o motor. No modo Sport, as trocas são feitas em rotações mais altas e melhoram as ultrapassagens, por exemplo. A possibilidade de trocas manuais junto ao volante também agiliza.

Leia mais: Teste do Peugeot 3008 GT

Foto: Eduardo Aquino

No modo Sport, a direção também fica um pouco mais firme. Mas o sistema já está bem calibrado tanto para as velocidades mais elevadas, transmitindo segurança, quando nas manobras, quando torna fácil o trabalho do motorista para sair de vagas apertadas.

Leia mais: Audi e-trons mais esportivos

Com sistemas McPherson na dianteira e na traseira, a suspensão consegue absorver bem as irregularidades do piso, proporcionando conforto até para os ocupantes da terceira fila. E também consegue proporcionar estabilidade quando se abusa nas curvas.

Texto e fotos: Eduardo Aquino

Foto: Eduardo Aquino

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.956cm³ de cilindrada, turbodiesel, que gera potência de 170cv a 3.750rpm e torque de 38,7kgfm a 1.750rpm

Transmissão – Tração integral e câmbio automático de nove marchas

Direção – Assistência elétrica

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, independente, do tipo McPherson

Dimensões – Comprimento, 4,76m; largura, 1,85m; altura, 1,70m; e distância entre-eixos, 2.79m

Altura do solo – 21,2cm

Ângulo de entrada – 26,1°

Ângulo de saída – 24,3°

Ângulo de rampa – 21,7°

Freios – A disco nas quatro rodas, sendo ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 18 polegadas, calçadas com pneus 235/55 R18

Porta-malas – 661 litros (cinco ocupantes) e 233 litros (sete ocupantes)

Carga útil (ocupantes+bagagem) – 540 quilos

Tanque – 61 litros

Peso – 1.885 quilos

Foto: Eduardo Aquino

Equipamentos – Acendimento automático dos faróis, coluna de direção com ajuste em altura e distância, aletas para trocas de marcha no volante (Borboletas), central Multimídia com tela de 10,1 polegadas, Adventure Intelligence e Apple Carplay e Android Auto com espelhamento sem fio; ar-condicionado de duas zonas e ajuste de intensidade para as fileiras traseiras, aviso de colisão frontal com frenagem de emergência com detecção de pedestres e ciclistas, aviso de mudança de faixas, banco elétrico para o motorista (8 posições), bancos em couro e Suede na cor preta, computador de bordo, comutação automática de faróis, controles eletrônicos de tração e estabilidade, controle eletrônico anti-capotamento, câmera de ré, detector de fadiga do motorista, direção elétrica, faróis, lanternas e luzes totalmente em LED; freio de estacionamento eletrônico, controle automático de descida, assistente de partida em rampa, sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, monitoramento de pontos cegos, painel de instrumentos Full Digital e HD de 10,25 polegadas, assistente de frenagem de emergência, piso do porta-malas com revestimento duplo, controle automático de velocidade adaptativo, porta-objetos sob o assento do banco do passageiro, portas USB nas três fileiras de assentos, protetor de cárter, rack do teto com acabamento cromado, reconhecimento de placas de trânsito, partida remota, seletor de terrenos (Selec-Terrain), sensor de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sete airbags (frontais, laterais, de cortina e para os joelhos do motorista), sistema de estacionamento semiautônomo (Park Assist), monitoramento da pressão dos pneus, navegação GPS e tração 4×4 Jeep Active Drive Low.

Preço – R$ 265.990,00.

Acesse o nosso site Acelera Aí e curta as novidades do mundo automotivo.

Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários