Com design atualizado, nova Nissan Frontier fica ainda mais robusta

Nissan Frontier
Nova Frontier é lançada no mercado nacional (Fotos: Nissan/Divulgação)

A Nissan está lançando este mês no Brasil a nova geração da sua pick-up Frontier, que ganhou novo visual, que transmite mais robustez e esportividade, e mais tecnologias de conforto e segurança. O novo modelo chega no final do mês às concessionárias em seis versões, sendo três inéditas, com preços que variam de R$ 230.190,00 a R$ 314.590.

As opções são equipadas com tração 4×4 e duas configurações de motor a diesel: uma de 163cv, presente somente na versão de entrada, que tem câmbio manual de seis marchas; e outra de 190cv, combinada com um câmbio automático de sete velocidades, que está debaixo do capô de todas as outras opções.

Frontier de frente
Foto: Eduardo Aquino

A nova Frontier é produzida na fábrica da Nissan em Córdoba, na Argentina, e chega ao Brasil ainda este mês em seis versões, sendo três inéditas: além das configurações S (R$ 230.190), Attack (R$ 263.690) e XE (R$ 278.990), disponíveis no modelo anterior e que mantiveram o mesmo preço, há as novas opções SE (R$ 258.990), Platinum (R$ 314.590) e a versão com uma pegada mais aventureira PRO-4X (R$ 314.590), sendo que essas duas últimas dividem o topo da linha.

Frontier lateral
Foto: Eduardo Aquino

As novas linhas da Frontier seguem o conceito global da marca Nissan Emotional Geometry Design, com destaque para a nova grade, os faróis com projetor de LED quádruplos em forma de C, as lanternas traseiras em LED e para a nova versão PRO-4X, com estilo mais aventureiro, para-lamas e acabamento dos bancos exclusivos e até o logo da Nissan diferenciado, na cor vermelha.

Frontier traseira
Foto: Eduardo Aquino

A nova caçamba tem maior altura, capacidade volumétrica de 1.054 litros e de carga de 1.043 quilos. O para-choque traseiro ganhou degrau para facilitar o acesso à caçamba, que ganhou tomada de 12V e novos amortecedores na tampa para facilitar abertura e fechamento.

Frontier painel
Foto: Eduardo Aquino

O novo quadro de instrumentos tem tela de TFT de sete polegadas. O sistema multimídia tem tela de oito polegadas no painel central e tem reconhecimento de voz e navegação.

Frontier de frente
Foto: Eduardo Aquino

No interior, destaque também para o ar-condicionado de duas zonas, 27 porta-objetos, teto solar, três entradas USB, entre outros. Outra novidade na Frontier 2023 é o sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

Frontier interior
Foto: Eduardo Aquino

O pacote de segurança inclui itens importante como alertas de colisão frontal, de mudança de faixa, de ponto cego, de atenção do motorista e de tráfego cruzado traseiro; e assistentes de frenagem e de prevenção de mudança de faixa, além da visão 360°, com quatro câmeras e “modo off-road”, que possibilita um melhor controle para o motorista.

Frontier caçamba
Foto: Eduardo Aquino

Além da tração 4×4, de bons ângulos de ataque (31,6°) e de saída (25,7°) e de um vão livre de 25,2cm, para encarar o fora de estrada, a nova Nissan Frontier conta com controle automático de descida, bloqueio mecânico do diferencial traseiro com limitador e bloqueio do diferencial traseiro, este último exclusivo da versão PRO-4X.

Frontier caçamba
Foto: Eduardo Aquino

A pick-up tem quatro modos de condução: Standard, para situações normais; Sport, para mais performance; Off Road, que modula o acelerador para manter as rotações altas e ganhar força em baixas velocidades; e Tow, para usar com carga máxima ou puxar um reboque.

Frontier instrumentos
Foto: Eduardo Aquino

Para conhecer a nova Frontier, fomos até as cidades de Foz do Iguaçu (PR)e a vizinha Puerto Iguazu, do outro lado da fronteira, na Argentina, onde rodamos por estradas de asfalto e de terra de piso ruim, onde podemos utilizar diversos recursos da pick-up, que se saiu bem em atoleiros e em descidas e subidas com piso de lama escorregadio.

Frontier motor
Foto: Eduardo Aquino

Outros pontos que pudemos avaliar nesse teste foi a atuação da suspensão multilink, que consegue entregar um bom nível de conforto e encarar com desenvoltura aventuras no fora-de-estrada; e o motor turbodiesel de 190cv, que mostrou bom fôlego em baixas rotações.

Texto e Fotos: Eduardo Aquino (*)

(*) Jornalista viajou à Argentina a convite da Nissan do Brasil.

Frontier em teste
Foto: Eduardo Aquino

Acesse: www.aceleraai.com.br

Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários