Honda City ficou maior e ganhou visual mais elegante

Com dimensões maiores e de visual novo, o sedã compacto da marca japonesa exibe charme e elegância com as novas linhas. Na versão que avaliamos, a topo de linha, o modelo traz de série bons equipamentos de conforto e segurança, incluindo seis airbags, controles de tração e estabilidade, sistema que auxilia a manutenção na faixa, controle automático de velocidade adaptativo, sistema de assistência automática de farol alto, central multimídia com tela de oito polegadas, entre outros. O motor 1.5 Flex ganhou injeção direta de combustível e melhorou o desempenho, que é mais voltado para a redução do consumo do que para uma boa performance. O bom nível do acabamento interno também é um dos pontos positivos do sedã.

Foto: Eduardo Aquino

Na frente, destaque para os faróis totalmente em LED com luzes diurnas e desenho mais integrado aos indicadores de direção, para a barra cromada acima da pequena grade que abriga o símbolo da marca e para as luzes de neblina na parte de baixo do para-choque.

Vinco lateral

Maçanetas e capas dos retrovisores na cor da carroceria, vinco que percorre toda a lateral e unindo praticamente as lanternas traseiras aos faróis e rodas de liga de 16 polegadas diamantadas com desenho mais elegante chamam a atenção do City de perfil.

Leia mais: Teste do Pulse Drive 1.3

Foto: Eduardo Aquino

Na traseira, as linhas deixaram o sedã com uma aparência mais sofisticada. Alguns dizem que as linhas parecem até as de um BMW Série 3. Destaque para o desenho das lanternas totalmente em LED e o ressalto na tampa do porta-malas.

Acabamento

O acabamento interno é de bom nível, com revestimento em couro dos bancos, volante e painéis de porta na cor bege clara (pode vir também na cor preta), detalhes em preto brilhante no painel, console e volante; e boa montagem de todos os componentes.

Leia mais: Renault Kwid Outsider

Foto: Eduardo Aquino

Como a distância entre-eixos (de 2,60m) se manteve a mesma, o espaço interno não sofreu alteração e acomoda com certo conforto quatro adultos. Por outro lado, a capacidade do porta-malas aumentou para 519 litros.

Posição de dirigir

Para encontrar uma boa posição de dirigir, o motorista conta com os ajustes de altura e distância da coluna de direção e de altura do banco. O volante tem boa pega e abriga comandos do áudio, computador de bordo e controle automático de velocidade.

Leia mais: Campeonato Brasileiro de Motohabilidade

Foto: Eduardo Aquino

O quadro de instrumentos digital TFT de 7 polegadas de alta resolução possibilita ao motorista uma boa visualização e pode ser configurado em algumas funções. Mas ficou faltando o indicador de temperatura do motor.

Central multimídia

A versão Touring vem com central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas e boa visualização, com interface para Apple CarPlay e Android Auto e comando vocal. O sistema é fácil de ser operado.

Leia mais: Mercedes C200 AMG Line

Foto: Eduardo Aquino

Um dos destaques do sedã é o sistema Honda Sensing, que reúne equipamentos de segurança e assistência ao motorista, começando pelo controle automático de velocidade adaptativa, que mantém uma distância segura do veículo à frente.

Segurança

O sistema inclui outros itens importantes, como ajuste automático de farol, sistema de frenagem para mitigação da colisão iminente, sistema de permanência na faixa e sistema que detecta a saída de pista e ajusta a direção.

Leia mais: Nova picape Nissan Frontier

Foto: Eduardo Aquino

A lista de equipamentos de segurança também traz seis airbags, controles de tração e estabilidade, assistência de frenagem de emergência, sistema Isofix para fixar cadeiras infantis e monitoramento da pressão dos pneus.

Conforto

Entre os itens de conforto para passageiros e motorista, destaque para o sistema de ar-condicionado automático e digital com saída para os ocupantes do banco traseiro, bancos com estabilizador corporal e duas entradas USB.

Leia mais: Compass Longitude T270

Foto: Eduardo Aquino

O motor 1.5 Flex, que já contava com comando de válvulas variável (tecnologia i-VTEC), ganhou injeção direta de combustível, que melhorou tanto o nível de consumo como a performance em altas rotações.

Performance

Com etanol, a potência saltou de 116cv para 126cv e o torque de 15,3kgfm para 15,8kgfm. Com isso, as acelerações e retomadas de velocidade ficaram um pouco melhores, mas são apenas razoáveis e compatíveis com a proposta de um sedã familiar.

Com apenas etanol no tanque, usando o modo “Eco”, somente o motorista e ar-condicionado desligado, o computador de bordo registrou médias em torno de 9,5km/l no trânsito urbano e de 13,2km/l na estrada.

Leia mais: VW Taos Comfortline

Foto: Eduardo Aquino

Voltado mais para a redução do consumo, o câmbio do tipo CVT (continuamente variável) não ajuda numa tocada mais esportiva. Nessa situação, é melhor usar a tecla “S” e as trocas manuais por meio das “borboletas” junto ao volante.

Assistência elétrica

A direção tem assistência elétrica muito bem calibrada, tanto para as velocidades mais altas quanto para sair das vagas mais apertadas, quando o motorista conta também com a ajuda da câmera de ré e dos sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

O conjunto de suspensão é mais coerente com a proposta familiar do sedã, absorvendo bem as imperfeições do piso e com baixo nível de ruídos. Por outro lado, é preciso um pouco de atenção quando se abusa nas curvas mais fechadas e de piso irregular.

Texto e fotos: Eduardo Aquino

Foto: Eduardo Aquino

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, Flex, 1.497cm³ de cilindrada, que gera potência de 126cv (com gasolina ou etanol) a 6.200rpm e torques de 15,5kgfm (gasolina) e de 15,8kgfm (etanol) a 4.600rpm

Transmissão – Tração dianteira e câmbio do tipo CVT (continuamente variável)

Direção – Assistência elétrica

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, barra de torção

Dimensões – Comprimento, 4,54m; largura, 1,74m; altura, 1,47m; e entre-eixos, 2,60m

Altura do solo – 14,4cm

Porta-malas – 519 litros

Carga útil (ocupantes mais bagagens) – 425 quilos

Freios – Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 16 polegadas, calçadas com pneus 185/55 R16

Tanque – 44 litros

Peso (em ordem de marcha) – 1.170 quilos

Foto: Eduardo Aquino

Principais equipamentos – Assistência de frenagem de emergência, controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, sistema de luzes de emergência, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, câmera de ré, monitoramento da pressão dos pneus, assistente para redução de ponto cego, lanternas traseiras em LED, antena tipo tubarão, faróis e luzes diurnas em LED, sensor crepuscular, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, controle automático de velocidade adaptativo, coluna de direção com ajuste de altura e distância, desligamento automático dos faróis após 15 segundos, ar-condicionado digital automático com saída para os ocupantes traseiros, banco traseiro bipartido (60/40), volante e alavanca do câmbio revestidos em couro, revestimento dos bancos em couro na cor preta ou cinza Claro, central multimídia com tela de 8 polegadas touchscreen com interface para smartphones com Apple CarPlay e Android Auto, comando vocal, câmera de ré e USB; controle de áudio no volante, painel digital TFT de 7 polegadas de alta resolução (TFT), sistema de assistência automática de farol alto, sistema de acionamento de freios ao detectar uma possível colisão frontal com o objetivo de mitigar acidentes, sistema de auxílio de manutenção de faixa e sistema que detecta a saída da pista e ajusta a direção com o objetivo de evitar a sua evasão.

Preço – R$ 123.200,00.

Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários