Como atuo para a universalização do saneamento básico em Minas Gerais

Como atuo para a universalização do saneamento básico em Minas Gerais laura serrano
Divulgação / FEAM
laura serrano tragedia de brumadinho

No início de 2021 fui indicada pelo Governador Romeu Zema para integrar o Conselho Consultivo de Regulação da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário de Minas Gerais – ARSAE/MG – e, logo depois, fui eleita Presidente pelos conselheiros.

É uma função não remunerada que assumi com muito entusiasmo, considerando que em 2012 quando fui aprovada no concurso para ser servidora efetiva da agência jamais imaginaria compor o Conselho Consultivo de Regulação enquanto Deputada Estadual.

A ARSAE está vinculada à Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMAD – e tem em Minas Gerais a importante missão de assegurar o equilíbrio econômico-financeiro e a universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, além de contribuir continuamente para a melhoria da qualidade da prestação destes.

Compactuo de seus valores, quais sejam excelência técnica, ética, equilíbrio, transparência e inovação, e por isso, é muito satisfatório para mim poder continuar contribuindo com os serviços prestados pela agência.

O Conselho é composto por 7 conselheiros que possuem entre suas responsabilidades a de acompanhar as atividades da agência, verificando o cumprimento de suas competências legais, notadamente por meio da Agenda Regulatória.

Além de Presidente do Conselho Consultivo de Regulação da ARSAE, sou também membro titular do Conselho Deliberativo de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte, órgão colegiado de caráter deliberativo que atua no acompanhamento e avaliação da execução do plano elaborado pela UFMG, discutido entre o Conselho e a ALMG: Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado – PDDI.

São diversos os assuntos relacionados às funções públicas de interesse comum e a sustentabilidade metropolitana, pautas das discussões do Conselho que, juntamente à Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte – ARMBH –, tem papel fundamental para o alcance de resultados mais efetivos para a população em termos
de planejamento e desburocratização. Com objetivo de melhorar a qualidade de vida de quem vive nos 34 municípios que compõem a região metropolitana (estamos na 3ª maior região metropolitana do país) e ainda nos 16 municípios do chamado “colar metropolitano”.

Cumpro estas funções não remuneradas com muita responsabilidade e satisfação e considero ser essencial conciliar a atuação de Deputada Estadual na Assembleia Legislativa e representante do Poder Legislativo em órgãos que promovam espaços de diálogos, especialmente entre a população e o poder púbico.

Laura Serranocontato@lauraserrano.com.br

Laura Serrano é deputada estadual eleita com 33.813 votos pelo partido Novo. Economista, Mestre pela Concordia University (Canadá), pós-graduada em controladoria e Finanças e graduada pela UFMG com parte dos estudos na Université de Liège (Bélgica). É membro da Golden Key International Honour Society (sociedade internacional de pós-graduados de alto desempenho).

Comentários