Covid: Apesar dos novos leitos, ocupação de UTIs e enfermarias dispara em BH

leitos bh
Ainda nesta segunda-feira, a prefeitura anunciou a abertura de novos 34 leitos de enfermaria e nove UTIs para garantir assistência à população (Amanda Dias/BHAZ)

Belo Horizonte está com mais de 80% das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e enfermarias destinadas a pacientes com Covid-19 ocupadas. Segundo o Boletim Epidemiológico publicado no início da noite de hoje (17) pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte), as taxas estão em 82,2% e 82,7%, respectivamente, e seguem no nível de alerta máximo.

Ainda nesta segunda-feira, a prefeitura anunciou a abertura de novos 34 leitos de enfermaria e nove UTIs para garantir assistência à população. A Secretaria Municipal de Saúde atribui o aumento na demanda por atendimento à alta de pacientes com sintomas gripais.

“É importante reforçar que pacientes com quadros gripais, ainda sem resultado para a Covid-19, também podem estar internados nos leitos de UTI e Enfermaria dedicados à doença, já que os sintomas são semelhantes”, diz, em nota.

Atualmente, Belo Horizonte conta com 225 UTIs nas redes pública e privada de saúde, além de 699 enfermarias. 

Indicadores de monitoramento da Covid-19 em Belo Horizonte (Reprodução/PBH)

Transmissão em alta

Outro indicador que apresentou aumento nesta segunda-feira é o fator Rt, número médio de transmissão por infectado. Desde sexta-feira (14), o número subiu de 1,13 para 1,16. De lá pra cá, a capital mineira registrou 67 novos casos e um óbito em decorrência da doença.

Segundo a prefeitura, tanto a demanda por internações, quanto a transmissão do vírus na cidade são monitorados diariamente: “Qualquer agravamento que comprometa a capacidade de atendimento será tratado de forma devida, sempre com o objetivo de preservar vidas”.

Edição: Giovanna Fávero
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários