Empresas de ônibus em BH falam em colapso após aumento do diesel e vão reduzir viagens

onibus bh
Empresas assumem possibilidade de ‘aumento emergencial’ nas tarifas (Moisés Teodoro/BHAZ)

O SetraBH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte) informou nesta sexta-feira (11) que o sistema de transporte público na cidade entrou em colapso. O anúncio vem após um aumento de 25% no preço do óleo diesel, divulgado ontem (10) pela Petrobras. Segundo as empresas responsáveis pelo transporte coletivo, as viagens serão reduzidas fora do horário de pico e há a possibilidade de “aumento emergencial” nas tarifas. Por meio de nota (veja abaixo na íntegra), a PBH explica que marcou uma reunião emergencial para o próximo dia 15 de março a respeito do assunto.

Segundo o SetraBH, os responsáveis criaram um “plano de guerra” para a “manutenção do serviço em condições mínimas razoáveis”. Segundo as empresas, os recursos gerados pelas tarifas cobradas dos usuários não é o suficiente para custear o aumento do diesel, além da operação e mão-de-obra do sistema de transporte.

“Os dados econômicos de janeiro de 2022 demonstram que a arrecadação com as tarifas totalizou R$58.9 milhões. Já os gastos apenas com a folha de pagamento (R$ 40 milhões) e com o óleo diesel (R$ 24 milhões) totalizaram R$ 64 milhões, apontando para um DÉFICIT de mais de R$ 5 milhões, apenas em janeiro deste ano. O aumento divulgado pela Petrobras ontem, dia 10/03/2022, de 25%, inviabiliza a continuidade da operação”, detalhou o sindicato, em nota enviada ao BHAZ.

‘Plano de guerra’

O anúncio foi feito após uma assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (11), na sede do SetraBH, com a presença das empresas que compõem os quatro Consórcios que operam o transporte público na capital. Na reunião, foi decidido um “plano de guerra”, enquanto se discute uma saída emergencial com o poder público.

O sindicato ressaltou que o Contrato de Concessão prevê “a revisão tarifária emergencial quando da ocorrência de eventos extraordinários”. As empresas também vão implementar, a partir de amanhã (12), uma redução nas viagens fora do horário de pico, nos sábados e nos domingos. O SetraBH afirmou que a circulação será mantida normalmente nos horários de pico.

Nota da PBH na íntegra

Diante da manifestação do Sindicato das empresas de transporte de passageiros de Belo Horizonte, SetraBH,  em relação ao aumento do preço do óleo diesel, a prefeitura de Belo Horizonte informa que convocou uma reunião de emergência com os representantes do Sindicato na próxima terça-feira, 15/03, para avaliar os impactos do aumento do diesel no transporte coletivo e buscar soluções para que a população de Belo Horizonte não seja prejudicada. O SetraBH se comprometeu a não reduzir as viagens até essa data.

Edição: Roberth Costa
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários