Greve de ônibus: Mais de 20 linhas param de circular nesta segunda-feira em BH; veja lista

estacao-onibus
Usuários reclamam da falta de ônibus em BH (Amanda Dias/BHAZ)

Mais de 20 linhas pararam de circular na manhã de hoje (24) em Belo Horizonte. Segundo a BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte), isso acontece por conta da paralisação de funcionários da empresa Transoeste. A paralisação afeta, principalmente, passageiros da região do Barreiro.

Ainda conforme a BHTrans, na estação Barreiro, as linhas 32, 35, 308, 315, 318, 325, 329, 330, 332, 335, 337, 340 e 3350 foram afetadas. O mesmo acontece na estação Diamante com as linhas 303, 304, 305, 309, 310, 311, 313 e 314. Em atualização, a empresa informou que as linhas 319 e 336 também estão fora de circulação.

“Nossas equipes estão orientando os passageiros nas estações”, disse a empresa na rede social. A Transoeste possui 88 veículos no sistema da BHTrans que fazem parte de 28 linhas e atendem as regiões Barreiro, Central, Área Hospitalar, Centro-sul, BH Shopping e Anel Rodoviário, segundo o Setra-BH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte).

De acordo com nota enviada pelo Setra (leia abaixo na íntegra), a greve “teve como motivo o atraso no pagamento de salários e benefícios sociais, como vale-alimentação, seguro saúde e seguro de vida. Tal situação, ainda segundo a VIAÇÃO TRANSOESTE, se deve ao exaurimento dos seus meios financeiros”. O sindicato ainda diz que busca meios para tentar minimizar o impacto para a população.

Mais uma greve

Esta é a segunda paralisação da Transoeste este ano. Por falta de combustível, mais de 80 ônibus pararam de circular em BH no dia 13 de janeiro. Informações preliminares indicam que a greve de hoje, diferentemente da anterior, tem relação com o pagamento de salários, e não com o óleo diesel.

Na primeira greve, o Setra disse que o sistema de transporte coletivo “entrou em colapso por falta de óleo diesel em seus estoques e viabilidade financeira para contínua aquisição do insumo”. Muitos passageiros relataram dificuldades para se locomover pela cidade. Grande parte das reclamações veio de moradores da região Barreiro, uma das mais afetadas pela redução na circulação de ônibus.

Nota do Setra

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) foi informado pela associada VIAÇÃO TRANSOESTE que a suspensão nas operações de suas linhas, na manhã desta segunda-feira (24/01), ocorre por anúncio de “Greve” dos seus empregados.

A “Greve”, segundo informado pela associada VIAÇÃO TRANSOESTE, teve como motivo o atraso no pagamento de salários e benefícios sociais, como vale-alimentação, seguro saúde e seguro de vida. Tal situação, ainda segundo a VIAÇÃO TRANSOESTE, se deve ao exaurimento dos seus meios financeiros.

O sindicato está em contato direto com CONSÓRCIO DEZ, da qual faz parte a empresa VIAÇÃO TRANSOESTE, para tentar minimizar os impactos para a população.

Edição: Vitor Fernandes

Comentários