Mulher é encontrada morta com mordida no pescoço na Grande BH; vítima gritou por socorro

campo ribeirao das neves
Vítima estaria em um bar nas proximidades na noite anterior (Reprodução/Google Street View)

Uma mulher de 50 anos foi encontrada morta em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desse domingo (16). O corpo estava em um campo futebol, no bairro Pedra Branca, e tinha marca de mordida no pescoço, além de possível trauma na cabeça.

Posteriormente a vítima foi identificada como Janete da Silva Gomes. Imagens obtidas pela Polícia Militar mostram que ela estava em um bar nas proximidades na noite do crime.

A causa da morte ainda não foi esclarecida, mas a Polícia Civil investiga o caso. Uma testemunha que mora ao lado do campo de futebol disse aos militares que ouviu uma mulher chorando durante a madrugada. Ela também teria pedido socorro e dizia “para, amor”.

Ex suspeito

O filho de Janete relatou aos policiais que Janete teria enviado um áudio dizendo que o ex-companheiro estava a incomodando, e que ia até a casa dela sem autorização. Os militares também descobriram que a mulher pediu ao proprietário do imóvel onde vivia para impedir a entrada do homem, porque ela se sentia ameaçada.

Os militares foram até a casa do ex da vítima e ele alegou que estava em outro lugar no momento do crime. Ele afirmou também que o único contato que teve com Janete após o termino, dois meses atrás, foi por meio do telefone.

Polícia Civil investiga

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou que a causa da morte será apontada com o laudo da perícia, cujo prazo para ser concluída é de até 30 dias. A investigação para apurar a autoria e as circunstâncias da morte está em andamento com a equipe da Delegacia Especializada de Investigação de Homicídios em Ribeirão das Neves.

Edição: Vitor Fernandes
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários