Pesquisar
Close this search box.

Operação Tolerância Zero autua 9,5 mil ônibus em três meses em BH

Por

operação tolerância zero autua ônuibus bh
Operação Tolerância Zero autuou 9.559 ônuibus em BH (Amanda Dias/BHAZ)

Mais de 9,5 mil ônibus foram autuados em três meses em Belo Horizonte a partir da Operação Tolerância Zero. Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (25), foram quase 100 ônibus fiscalizados por dia entre os meses de fevereiro e abril.

A Operação Tolerância Zero é uma medida adotada pela Prefeitura de BH para combater irregularidades no transporte coletivo de ônibus. As empresas concessionárias são autuadas, tem a autorização de tráfego recolhida e não recebem remuneração complementar quando não cumprem as determinações em relação à qualidade.

O saldo até então é de 1.593 ações de fiscalização, 8.694 ônibus vistoriados (alguns deles mais de uma vez), 9.559 autuações, 342 ATs (Autorizações de Tráfego) recolhidas e 13 veículos encaminhados ao pátio do Detran-MG (Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais).

Onde acontecem as fiscalizações da Tolerância Zero

As fiscalizações ocorrem nas portas das garagens, nas estações, ao longo dos itinerários das linhas e também no COP-BH (Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte) através do Sitbus, sistema conectado ao GPS dos ônibus que acompanha cada viagem do veículo.

Agentes da Sumob (Superintendência de Mobilidade do Município de Belo Horizonte), da BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte) e da Guarda Municipal são responsáveis pelas fiscalizações.

No primeiro mês da Tolerância Zero, foram aplicadas 17,6 autuações para cada operação de fiscalização. Já neste último mês, foram 4,1 autuações para cada operação. “Esse
resultado indica uma redução dos principais problemas encontrados nos ônibus”, disse Gabriela Pereira, diretora de Planejamento e Controle da Sumob.

De acordo com a diretora, itens como ar condicionado, letreiro, elevador, nível de ocupação e viagens omitidas, e isso “tem gerado um menor número de autuações, mesmo sendo mantido o número de fiscalizações. É um indicativo que a qualidade do sistema está melhorando”, declarou.

A fiscalização aconteceu nas 34 empresas que compõem o sistema municipal de transporte coletivo. Com início em 26 de fevereiro, a medida percorreu as 29 garagens do sistema. O número de veículos operando sem Autorização de Tráfego caiu 80% em relação ao início da operação.

Andreza Miranda

Graduada em Jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2020. Participou de duas reportagens premiadas pela CDL/BH (2021 e 2022); de reportagem do projeto MonitorA, vencedor do Prêmio Cláudio Weber Abramo (2021); e de duas reportagens premiadas pelo Sebrae Minas (2021 e 2023).

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ