Prefeitura de BH conquista operação de crédito e vai investir mais de R$ 420 milhões em mobilidade

centro
Os recursos serão aplicados em obras de mobilidade urbana na avenida Amazonas e na região da Cabana do Pai Tomás (Amanda Dias/BHAZ)

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) teve aprovada, nesta quarta-feira (3), uma operação de crédito no valor de US$ 80 milhões com o Banco Mundial. Os recursos, equivalentes a mais de R$ 420 milhões de acordo com a cotação atual do dólar, serão aplicados em obras de mobilidade urbana na avenida Amazonas e na região da Cabana do Pai Tomás.

No total, estão previstos US$ 100 milhões para investimentos na cidade, sendo US$ 80 milhões relativos ao financiamento e US$ 20 milhões do município. A operação de crédito foi aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal.

Pelas redes sociais, o prefeito Fuad Noman comemorou. “Vitória para Belo Horizonte! O Senado aprovou a contratação de operação de crédito no valor de 80 milhões de dólares para intervenções que faremos na Avenida Amazonas para melhoria no transporte público”, disse.

Mais iniciativas

O prazo para assinatura do acordo com o Banco Mundial é de até dois meses. Para a área de mobilidade, o projeto contempla, com prioridade, melhorias no sistema de transporte público que atendem as regiões Central, Oeste, Barreiro e região metropolitana de Belo Horizonte, tendo por eixo estruturante a Avenida Amazonas.

O projeto pretende, ainda, fornecer melhorias aos moradores da Vila Cabana do Pai Tomás, região Oeste da cidade. Por lá, serão colocadas em prática obras de infraestrutura, como a construção de ruas e vielas e intervenções em locais com risco geológico.

O desenvolvimento urbano na região do Jatobá, no Barreiro, também será contemplado com recursos da operação de crédito. Outros locais como os bairros Maria Teresa, Jardim Getsemani, Montes Claros e Novo Lajedo também receberão projetos e planos para implantação de estrutura de saneamento e interligação entre eles com o transporte público.

Edição: Roberth Costa
Larissa Reislarissa.reis@bhaz.com.br

Graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e repórter do BHAZ desde 2021. Vencedora do 13° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão, idealizado pelo Instituto Vladimir Herzog.

Comentários