Produto tóxico vaza, causa risco de explosão e mobiliza operação especial

vazamento produto tóxico
Trânsito teve que ser interditado na região (Reprodução/Redes sociais)

Um vazamento de produto químico dentro de uma empresa em Lagoa Santa, na região metropolitana de BH, mobilizou autoridades na cidade – como bombeiros e Polícia Militar – para isolar a área e conter o risco de explosão. O incidente aconteceu no início da tarde desta segunda (16), na rua Acadêmico Nilo Figueiredo, no bairro Santos Dumont II. Apesar do transtorno, ninguém se feriu.

Equipes especializadas em Operações com Produtos Químicos, Biológicos, Radiológicos e Nucleares também foram acionadas em razão da gravidade do acidente. Segundo os bombeiros, a empresa armazena cerca de 700 recipientes de cloro e cianurato de sódio, com 10kg cada. Um deles estourou e causou muita fumaça escura e um cheiro extremamente forte.

As pessoas foram retiradas do local pela corporação, uma vez que o gás gerado é tóxico. De acordo com os militares, moradores da região reclamaram da intensa fumaça, que está invadindo as casas.

Cabine de descontaminação foi instalada no local (CBMMG/Divulgação)

Um corredor de descontaminação foi montado na portal do local. O objetivo foi conter os riscos dos militares que trabalharam no combate e dos civis que precisaram de atendimento.

O trânsito foi isolado num raio aproximado de 250 metros, com o apoio da Polícia Militar, e houve princípio de incêndio dentro da empresa. Mas o fogo foi controlado pelos bombeiros.

Edição: Thiago Ricci
Camila Saraiva
Camila Saraivacamila.saraiva@bhaz.com.br

Jornalista formada pela PUC-Minas em 2015. Pós-graduada em Jornalismo em Ambientes Digitais pelo Centro Universitário UniBH em 2019.

Comentários