Crianças de 2 e 3 anos são queimadas vivas e irmão confessa homicídio para a mãe

crianças irmãos Vicente e Valentim Costa
Vicente e Valentim Costa morreram carbonizados (Reprodução/Redes Sociais)

Um adolescente de 16 anos é suspeito de matar os próprios irmãos em Maricá, na região metropolitana do Rio de Janeiro, nessa segunda-feira (25). Segundo a Polícia Civil, o jovem é acusado de asfixiar os irmãos, de 2 e 3 anos, mediante esganadura. Em seguida, ele teria ateado fogo nas crianças ainda vivas. De acordo com uma vizinha, o adolescente confessou o crime à mãe.

Segundo o g1, testemunhas relataram que a mãe havia saído de casa para ir a um comércio e deixou os mais novos com o irmão mais velho. Quando voltou, encontrou as crianças com os corpos em chamas e tentou salvá-las, mas os filhos não resistiram. O adolescente não estava em casa e, segundo uma vizinha, a mãe pensou que ele tinha sido sequestrado, mas foi encontrado na região pela polícia e por vizinhos.

Quando mãe e filho se encontraram, ainda de acordo com a vizinha, ele disse a ela que tinha matado os irmãos. “Ela perguntou ‘o que aconteceu?’, aí ele falou para ela que tinha sido ele que tinha matado os irmãos”, afirmou a vizinha Maria das Graças dos Santos ao RJ TV.

Motivação

O adolescente foi apreendido no mesmo dia por fato análogo ao crime de homicídio qualificado por motivo fútil. Por meio de nota (leia abaixo na íntegra), a Delegacia de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), disse que a motivação seria o fato do autor ter “ciúmes da mãe, além do ódio que nutria pelo padrasto, pai das vítimas”. O adolescente foi encaminhado ao Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

Nota da Polícia Civil

“De acordo com a Delegacia de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), um adolescente, de 16 anos, foi apreendido por fato análogo ao crime de homicídio qualificado por motivo fútil, nesta segunda-feira (25/10), em Maricá. O menor é acusado de asfixiar os irmãos, de 2 e 3 anos, mediante esganadura. Em seguida, ele teria ateado fogo nas crianças ainda vivas. Segundo os agentes, a motivação seria o fato do autor ter ciúmes da mãe, além do ódio que nutria pelo padrasto, pai das vítimas. O adolescente foi encaminhado ao Degase”.

Edição: Vitor Fernandes

Comentários