Com alta no preço dos combustíveis, Uber e 99 anunciam reajustes a valor repassado aos motoristas

Uber
No caso da 99, o reajuste é de 5% a cada km rodado (Amanda Dias/BHAZ)

O aumento dos preços dos combustíveis anunciado na última quarta-feira (10) pela Petrobras já começou a doer no bolso dos brasileiros. Para amenizar a situação, os aplicativos de mobilidade Uber e 99 anunciaram reajustes nos valores repassados aos motoristas pelas corridas.

No caso da 99, o reajuste é de 5% a cada km rodado, com o objetivo de anular o aumento do litro da gasolina. Segundo o aplicativo, o acréscimo será implementado já nos próximos dias, em todas as 1,6 mil cidades do país em que a empresa opera.

Paralelamente, a plataforma também está testando uma solução de subsídio para acompanhar automaticamente as flutuações dos combustíveis, tanto para cima quanto para baixo. “Após os testes, o novo recurso teria o potencial de trazer ainda mais transparência e segurança aos parceiros”, informa a 99.

A empresa ainda ressalta que trabalha com o pacote Mais Ganhos 99, com medidas como o “Taxa Zero”, que oferece aos motoristas 100% do valor das corridas em períodos e cidades específicas, além de mais ganhos com o recebimento por taxa de congestionamento, e taxa de deslocamento continuam vigentes.

Reajuste da Uber vale para usuários

A Uber também anunciou medidas para aliviar a situação dos motoristas colaboradores após o novo aumento. A empresa criou um pacote de R$ 100 milhões a serem investidos em iniciativas voltadas ao aumento nos ganhos e redução dos custos dos condutores, além de um reajuste temporário no preço das viagens.

De acordo com a Uber, o pacote faz parte de uma iniciativa global da empresa diante da instabilidade no cenário internacional causada pelo conflito entre Rússia e Ucrânia, que tem pressionado custos de insumos em todo o mundo, particularmente os combustíveis.

“Sabemos que motoristas estão entre os primeiros a sentir o impacto dos preços recordes dos combustíveis, então estamos implementando essas iniciativas para ajudá-los. Esperamos que essas ações emergenciais colaborem para reduzir os impactos no dia a dia, mas continuaremos ouvindo nossos parceiros, especialmente neste momento”, defende Silvia Penna, diretora-geral da Uber no Brasil.

Além do pacote, a plataforma anunciou um reajuste temporário de 6,5% nos preços das corridas, a ser aplicado nas viagens a partir desta semana. “O aumento também visa ajudar os motoristas a lidar com o pico de alta em seus custos operacionais”, informa a Uber.

Por fim, a empresa informa que vai continuar monitorando as condições do mercado nas próximas semanas para reavaliar as iniciativas. 

Edição: Vitor Fernandes
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduanda em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários