Galo arranca empate do Palmeiras e fica aliviado com tropeço do Flamengo

jogadores de galo e palmeiras
Hulk marcou o 2º do Galo no jogo (Pedro Souza/Atlético)

O Galo saiu perdendo para o Palmeiras, buscou o empate, sofreu mais um gol e conseguiu arrancar um empate nesta noite de terça-feira (23), no Allianz Parque, em São Paulo. Como o vice-líder Flamengo tropeçou na rodada e somou só um ponto contra o Grêmio (agora tem 67), o alvinegro permanece tranquilo na liderança, com 75 pontos.

Na próxima rodada, o time de Cuca recebe o Fluminense neste domingo (28) no Mineirão, em Belo Horizonte.

Palmeiras melhor

O time da casa iniciou o jogo com intensidade e teve boas chances de abrir o placar. Logo aos 2 minutos, Deyverson tocou para Wesley, que chutou forte para boa defesa de Everson. Aos 11, o goleiro atleticano trabalhou de novo após o cabeceio perigoso de Kuscevic.

Porco na frente

Até que, na marca dos 27, o alviverde saiu na frente. Marcos Rocha tocou para Gabriel Veron, que passou para Wesley. O atacante driblou Guga e mandou direto para as redes: 1 a 0 no Allianz Parque.

Tudo igual

Ainda no 1T, o Galo conseguiu o empate. Arana passou para Jair na área, ele devolveu para o lateral, que chegou batendo. Jailson espalmou e Zaracho aproveitou o rebote para deixar tudo igual na partida.

Lá e cá

Por pouco, não veio a virada aos 39 do 1T, quando Diego Costa cabeceou após cruzamento de Nacho e a bola passou perto do gol. Aos 43, Jorge cruzou bem na área e por pouco, Veron não chegou na bola.

Quê isso?

Na volta para o 2T, o Palmeiras teve um pênalti a seu favor quando Alonso colocou a mão na bola na área aos 9 minutos. Na cobrança de Patrick de Paula, Everson defendeu! Porém, no escanteio da jogada seguinte, o goleiro saiu mal e a bola sobrou para Deyverson, que cabeceou com o gol vazio: 2 a 1.

Empatou de novo

Mas o time alvinegro não desistiu e foi ao ataque. Hulk pegou a sobra deixada por Nathan Silva na entrada da área e chutou um foguete no cantinho, direto para as redes: tudo igual novamente. Esse foi o 15º gol do artilheiro isolado do campeonato!

Aguenta, coração

Quase que o atacante colocou o Galo na frente aos 22, com uma cabeçada perigosa que foi na trave. O Palmeiras respondeu aos 34 no chute de primeira de Victor Luis por trás dos marcadores, mas a bola subiu.

A partida foi até os 51 minutos, mas nenhuma equipe conseguiu fechar à frente no placar. O Galo ainda não pode garantir o título matematicamente no próximo duelo, mas continua tranquilo com uma das mãos na taça… é “jogo a jogo”, né, Massa?!

Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre esportes para o BHAZ. Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021 e de reportagens premiadas pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários