‘Não deixou ter jogo’: Suspenso na próxima rodada, Luxemburgo critica arbitragem e cartão ‘encomendado’

Vanderlei Luxemburgo reclamando
Luxemburgo no último jogo do Cruzeiro, o empate por 0 a 0 contra o Botafogo (Bruno Haddad/Cruzeiro/Divulgação)

Após o empate amargo por 0 a 0 contra o Botafogo ontem (12), o técnico do Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo, fez muitas reclamações sobre a arbitragem da partida. Segundo Luxa, a escolha do trio de arbitragem foi injusta e o jogo não “correu” em decorrência de muitas pausas feitas pelo árbitro. Ao final do duelo, o treinador foi advertido com o terceiro cartão amarelo e não comanda a equipe da beira do campo na próxima rodada, contra o Avaí.

‘Encomendado’

Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico detalhou suas críticas, dizendo que o árbitro deu poucos minutos de acréscimo. “Eu tomei o terceiro amarelo porque eu estava reclamando da morosidade do time deles para bater o lateral, caíram no chão diversas vezes”, afirmou Luxa.

O técnico também disse que o árbitro deixou a partida menos movimentada: “não deixou ter jogo de futebol, nós tivemos que acelerar porque ele jogou para baixo, para ficar lento”.

Na visão de Luxemburgo, a suspensão que recebeu não foi por acaso: “Eu acho que esse terceiro cartão amarelo foi encomendado para eu ficar fora do próximo jogo, com certeza absoluta. Eu estou no futebol há muito tempo, eu não mandei ele para lugar nenhum”, disse o treinador.

Fala direta à Gaciba

O treinador celeste não poupou críticas a Leonardo Gaciba, Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Dirigindo-se a Gaciba, ele afirmou: “Você colocou um árbitro de Santa Catarina para apitar o jogo importante contra o Operário-PR lá em Sete Lagoas, e ele é VAR. Você viu o que ele fez?”, sobre as polêmicas da partida que terminou empatada em 1 a 1, com um gol anulado do Cruzeiro no último minuto.

Além do presidente do clube carioca, Luxa reclamou da escolha do trio de arbitragem alagoano para o jogo contra o Botafogo. “Com dois clubes de Maceió interessados [CRB e CSA, 5ª e 6º posição na Série B] no resultado, você coloca um juiz de Maceió para conduzir o jogo da forma como ele conduziu”.

Repercussão

Nas redes sociais, a torcida cruzeirense concordou com as colocações de Luxemburgo. Confira alguns comentários:

O Cruzeiro jogou melhor, mas ficou no 0 a 0 e estacionou na tabela, na 11ª posição, com 39 pontos. Além de Luxemburgo, os jogadores Giovanni e Adriano também foram suspensos pelo árbitro e não participam do próximo jogo contra o Avaí.

Edição: Vitor Fernandes
Beatriz Kalil Othero
Beatriz Kalil Otherobeatriz.othero@bhaz.com.br

Mineira de BH, graduanda em jornalismo pela UFMG e fascinada por futebol, dentro e fora das quatro linhas. Cobre esportes para o BHAZ. Participou de reportagem premiada pela CDL/BH em 2021 e de reportagens premiadas pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

Comentários