Homem ateia fogo a si próprio após se revoltar contra restrições de comércio em função da Covid-19

Homem atira fogo
Segundo testemunhas, o homem gritava palavras de ordem contra o passaporte da vacina e outras regras (Reprodução/Daily Mail)

Um homem foi parar no hospital após atear fogo a si mesmo e ao próprio carro em um acesso de raiva na Austrália. O homem se revoltou contra as regras locais de combate à Covid-19. Ele foi socorrido por clientes dos comércios da rua enquanto a polícia e os bombeiros não chegavam e ficou em estado grave.

O caso aconteceu em Victoria. De acordo com o Daily Mail, testemunhas viram o homem sair de um carro MG3 prateado já envolto em chamas por volta das 20h. Cinco testemunhas ajudaram os bombeiros e a polícia a encharcar o homem com água para extinguir o fogo. Ele foi levado às pressas para o hospital com ferimentos graves.

Uma mulher que estava no local contou que viu o homem queimando antes de ele ser levado ao hospital. “Sua pele estava queimando. Ele estava pegando fogo. Sua pele estava presa à camisa”, conta. “Ele estava fora de si gritando sobre as condutas [contra covid-19]”.

Outra testemunha, Lydia O’Connor, estava jantando em um restaurante próximo quando presenciou o incêndio. “Ele jogou gasolina em si mesmo e no carro. Foi de propósito”, disse. “Ele estava gritando sobre as normas. Ele gritava ‘no vax ID’ e queimava livros”. A “vax ID” é o correspondente no Brasil ao passaporte da vacina – que restringe o acesso a espaços públicos a pessoas imunizadas contra a Covid. A área ao redor do incidente foi isolada.

Edição: Giovanna Fávero
Giulia Di Napoligiulia.di.napoli@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Comentários