Usina em aterro sanitário vai transformar lixo em energia limpa para 13 mil famílias em Minas

Usina em aterro sanitário
O processo começa pela decomposição natural do lixo, que produz o biogás (Bruno Soares/Divulgação)

Uma parceria entre a startup mineira Metha Energia e a empresa italiana Asja promete gerar energia limpa a partir do lixo acumulado em um aterro sanitário, favorecendo 13 mil residências em Minas Gerais. A usina de biogás construída na Grande BH tem capacidade de produção de 1,8 milhão de kWh por mês e busca reduzir a emissão de mais de 105 mil toneladas de CO2 na atmosfera a cada ano.

Esta é a primeira vez que a energia gerada em aterros sanitários do país será destinada para o consumidor residencial. Com a iniciativa, a Metha, que atua no ramo de geração distribuída de energia limpa, vai poder proporcionar descontos de até 15% na conta de luz para ainda mais clientes.

Os consumidores interessados podem fazer o cadastro neste link. O serviço é gratuito, regulamentado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), e não requer alterações na instalação elétrica e nem aquisição de equipamentos.

Como funciona?

Segundo a startup mineira, as usinas de biogás da Asja funcionam 24 horas por dia e, a cada ano, evitam a emissão de 473.300 toneladas de CO2, além de poupar o gasto de 74.400 barris de petróleo.

Todo o processo começa pela decomposição natural do lixo, que produz o biogás. Este biogás é captado e transformado em energia elétrica, enquanto o chorume é drenado para uma estação de tratamento. Agora, parte dessa produção de energia será destinada também ao consumidor residencial.

Terminado o processo na usina, a Metha Energia entra em ação por meio do sistema de geração distribuída. A energia limpa é então injetada na rede de distribuição do sistema elétrico, o que resulta em créditos junto à Cemig (Companhia de Energia de Minas Gerais).

Esses créditos são transferidos para os clientes cadastrados no serviço da startup e transformados em descontos de até 15% na conta de luz. O empreendimento vai se juntar às outras 27 usinas de geração de energia limpa operacionalizadas com o apoio da empresa.

As cinco usinas do grupo Asja Brasil estão localizadas em Belo Horizonte, Uberlândia, Sabará, Jaboatão dos Guararapes (Pernambuco) e João Pessoa (Paraíba). Juntas, elas têm 46 MW de capacidade instalada e produzem energia elétrica a partir de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) de 8 milhões de habitantes.

As empresas

A Metha Energia, fundada em 2018, atua conectando produtores de energia limpa ao consumidor final. Na prática, a empresa criou um serviço de energia 100% digital que proporciona até 15% de desconto na conta de luz dos clientes, sendo que mais de 75 mil pessoas já se cadastraram na plataforma.

A italiana Asja é uma empresa internacional de produção de energia renovável que utiliza as fontes eólica, fotovoltaica e o biogás. Líder no campo das usinas de aproveitamento energético de biogás de aterro sanitário, a multinacional atua no Brasil desde 2005.

Edição: Roberth Costa
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde 2019 e graduada em jornalismo pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Participou de reportagens premiadas pelo Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, pela CDL/BH e pelo Prêmio Sebrae de Jornalismo em 2021.

Comentários