Pesquisar
Close this search box.

Vacina contra a dengue será aplicada em mais quatro cidades de Minas Gerais

Por

Vacina contra a dengue
Todos com mais de 6 meses podem receber o imunizante (Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil)

O Ministério da Saúde vai ampliar a distribuição da vacina contra a dengue para mais 154 municípios, a lista inclui quatro cidades de Minas Gerais: Betim, Uberaba, Uberlândia e Araguari.

Com a ampliação, 675 municípios estão incluídos na campanha de vacinação contra a dengue, que, por enquanto, está restrita a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos.

O governo federal distribuiu, até o momento, 1,23 milhão de doses do imunizante. Menos da metade das doses foram aplicadas. Do total, 668 mil doses estão próximas do vencimento, previsto para 30 de abril.

O diretor do Departamento de Emergência em Saúde Pública e do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para Dengue e outras Arboviroses (COE-Dengue), Márcio Garcia, reforçou a necessidade de as doses serem aplicadas no prazo e a estratégia para que isso ocorra.

“A gente sabe que tem um quantitativo dessas doses que não foi aplicado. Não podemos deixar essas doses vencerem, é preciso utilizá-las. Diante disso, o Ministério da Saúde trouxe uma solução: redistribuir, dentro das unidades federadas, ou seja, dentro dos estados, para municípios que ainda não foram contemplados.”

Segundo Garcia, a redistribuição para municípios dentro dos próprios estados será regulamentada por uma nota técnica publicada ainda hoje.

Até 18 de março, foi informado pelos municípios, no sistema do Ministério da Saúde, a aplicação de 22.382 doses no público-alvo, o que corresponde a 28,4% do total de vacinas distribuídas.

Nova remessa

Ainda segundo Garcia, o Ministério da Saúde recebeu nova remessa de vacinas contra a dengue – a primeira comprada, já que a anterior foi doada pelo fabricante –, incluindo as 25 cidades de Minas Gerais. Ao todo, 930 mil doses serão distribuídas para os 521 municípios anteriormente selecionados e para os 154 agora contemplados com a ampliação.

“Enviaremos uma parte dessas doses para repor as que foram remanejadas em municípios inicialmente contemplados. Assim, garantiremos a continuidade da vacinação em locais com dose por vencer agora e que vão redistribuir. E também vamos garantir doses para aqueles municípios que estão vacinando bem. A ideia é que aquele município onde está acabando a dose receba mais para continuar a estratégia de vacinação”, explicou.

Pedro Rocha Franco

Pedro Rocha Franco é jornalista desde 2007 e estudante de ciências sociais. Foi repórter do jornal Estado de Minas, editor do portal O Tempo e head de digital da Itatiaia. Hoje é gerente executivo do BHAZ. Além disso, colaborou com UOL e Repórter Brasil.

Mais lidas do dia

Leia mais

Acompanhe com o BHAZ