Vídeo: Maurício Souza pede desculpas após críticas por comentários homofóbicos

maurício souza instagram
Atleta do Minas Tênis tornou-se alvo de críticas por comentários homofóbicos na web (Reprodução/@mauriciosouza17/Instagram)

Jogador de volêi do Minas Tênis, Maurício Souza publicou um vídeo em que pede desculpas pelo comportamento homofóbico nas redes sociais nos últimos dias. O atleta tornou-se alvo de comentários negativos e notas de repúdio, inclusive de patrocinadores do clube.

“Fala pessoal, tudo bem, aqui é o Maurício Souza, eu vim aqui para pedir desculpas a todos que se sentiram ofendidos com minha opinião, por eu defender aquilo que eu acredito, não foi minha intenção”, disse o atleta em um trecho da gravação. Assista abaixo:

Entenda

Maurício Souza gerou revolta duas vezes após ter o nome envolvido em mais um episódio de homofobia. É que, após ser afastado do Minas Tênis Clube em função de publicações preconceituosas feitas nas redes sociais, ele se desculpou em uma conta com menos de 100 seguidores – bem diferente dos 250 mil que viram os posts originais – e não citou o motivo da retratação.

“Olá pessoal tudo bem? Após conversar com minha família colegas de equipe e com à presidência do clube, sobre as publicações feitas no meu perfil. Venho a público pedir desculpas se minha opinião tenha ofendido ou machucado alguém ou alguma comunidade. Não foi minha intenção!”, escreveu o atleta no primeiro post, feito no Twitter.

No vídeo, ele ainda completou: “Tenho refletindo muito e reitero minhas desculpas pelo posicionamento”. O perfil do Minas retuitou a publicação do atleta, mas o pedido de desculpas em uma conta com um alcance tão baixo gerou revolta na web.

Histórico

Em 2017, Maurício postou no Instagram uma “piada” de mau gosto e acabou apagando o post após críticas. “Sou do tempo que fumar era bonito e dar a bunda é bonito! Sorte que sou velho. Grazadeus (Graças a Deus)”, dizia a mensagem compartilhada (relembre aqui).

Em 2014, ele postou em seu Facebook um comentário sobre a novela da Rede Globo, “Em Família”. O atleta disse que preferia poupar seu filho de conteúdos como o amor gay.

“Essa galera das novelas que querem mostrar e colocar na cabeça dos brasileiros que trai a mulher, ser gay entre outras coisas é normal e que é legal ser e fazer essas coisas. Não sou preconceituoso longe disso. Mas prefiro que meu filho não veja esse tipo de coisa e saiba que ter uma mulher construir uma família e ter valores é o certo foi o que meu pai me ensinou é assim que tem que ser. Fica esperto e não deixe seus filhos ver essas coisas”, disse Maurício na época.

Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018, 2019 e 2020, além de figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, em 2019, e Sebrae de Jornalismo, em 2021.

Comentários